Cosme Rímoli Vasco pode jogar na sexta. Ou na quarta. Bagunça domina o Carioca

Vasco pode jogar na sexta. Ou na quarta. Bagunça domina o Carioca

Jogo do Vasco era para ter acontecido ontem. Foi adiado para quarta. Ferj disse ontem que passou para sexta-feira. Mas pode ser antecipado. Um caos

  • Cosme Rímoli | Do R7

Lopes quis se prevenir juridicamente. Passou o Vasco para sexta. Mas pode mudar

Lopes quis se prevenir juridicamente. Passou o Vasco para sexta. Mas pode mudar

Ferj

São Paulo, Brasil

"A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro informa que, seguindo o Decreto Municipal nº 47.539/20, a FERJ reprogramou os jogos restantes da 4ª rodada e 5ª rodada da Taça Rio.

"As partidas da 4ª rodada da Taça Rio do Campeonato Carioca serão realizadas nos dias 26 e 27/06, na forma indicada na tabela a ser publicada pelo DCO no prazo de 24h.

"As partidas da 5ª rodada da Taça Rio do Campeonato Carioca serão publicadas na forma dos regulamentos, obedecido o intervalo regulamentar entre elas.

"Em havendo flexibilização do Decreto Municipal nº 47.539/20 o clube mandante, que assim desejar, poderá antecipar sua partida válida pela 4ª rodada da Taça Rio de Campeonato Carioca, caso sejam atendidos todos os procedimentos de segurança de necessários à realização do jogo e haja entendimento com a emissora detentora dos direitos de transmissão quanto a data e horário."

Esse foi a nota oficial que a Federação Carioca colocou no seu site, ontem. 

E que mostra o quanto está sem rumo, caótico, o retorno do futebol no Brasil.

Primeiro, as partidas entre Vasco e Macaé e Madureira e Resende estavam marcadas para ontem.

No sábado, no início da tarde, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, publicou no Diário Oficial carioca que o torneio estadual estava suspenso.

Até o dia 25, quinta-feira.

Por que os clubes não estavam cumprindo o protocolo de segurança, que eles mesmo apresentaram.

O Flamengo, único clube grande que jogou, e venceu o Bangu por 3 a 0, na quinta-feira, não deixou seus jogadores 48 horas isolados, como o protocolo, copiado do futebol alemão, recomendava.

No mesmo sábado, mas no início da noite, anunciou que apenas os jogos do Fluminense e Botafogo, estavam suspensos, porque eles ainda não haviam voltado a treinar.

E que Vasco e Macaé e Madureira e Resende estavam mantidas.

Até porque a Ferj ameaçava levar os jogos para Saquarema, para fugir da imposição do prefeito, na capital carioca.

Só que a Globo não quis mostrar o jogo dos vascaínos, que seria ontem, no Maracanã. Foi uma represália pela 'bagunça' do Campeonato Carioca.

A diretoria do Vasco ficou revoltada, queria a transmissão do jogo. E alegava que não tinha culpa alguma sobre a confusão.

Se a Prefeitura do Rio flexibilizar decreto, Vasco jogará na quarta-feira

Se a Prefeitura do Rio flexibilizar decreto, Vasco jogará na quarta-feira

Divulgação

O presidente Rubens Lopes adiou o jogo para as 21h30 para assegurar a transmissão da Globo.

Estava tudo certo.

Só que Rubens Lopes esperava que o prefeito Crivella publicasse no Diário Oficial carioca que apenas os jogos do Botafogo e Fluminense estavam suspensos. 

Como não houve publicação, Lopes decidiu se prevenir.

Legalmente, o Carioca segue suspenso até a quinta-feira.

O que ele fez.

Transferiu os jogos do Vasco e Macaé e Madureira e Resende para sexta-feira, dia 26.

Lógico que outra vez o clube de São Januário ficou irritado. 

Mas Lopes deixou uma saída na nota oficial da Ferj.

Se o prefeito Crivella confimar o que disse e houver a 'flexibilização' do seu decreto, como havia prometido, o Vasco deverá exigir jogar na quarta-feira, às 21h30, garantindo a transmissão da Globo, como tanto querem seus patrocinadores.

Enquanto o caos, a bagunça dominam o retorno do futebol, o Brasil chegou ontem a 1.086.990 infectados pelo coronavírus. E 50.659 mortes.

A pandemia está no seu auge...

Relembre classificação e jogos que faltam nos Estaduais ainda parados

Últimas