Cosme Rímoli Sem Neymar, mas com Daniel Alves. Brasil enfraquecido na Olímpiada

Sem Neymar, mas com Daniel Alves. Brasil enfraquecido na Olímpiada

Marquinhos, Weverton, Gabigol e Neymar foram negados por seus clubes. Jardine conseguiu reverter a situação de Pedro. Daniel Alves foi a solução para tentar dar personalidade ao time

  • Cosme Rímoli | Do R7

Daniel Alves, 38 anos, foi a surpresa de Jardine. Será capitão, líder do Brasil

Daniel Alves, 38 anos, foi a surpresa de Jardine. Será capitão, líder do Brasil

CBF

São Paulo, Brasil

Goleiros: Santos (Athletico-PR) e Brenno (Grêmio);

Zagueiros: Nino (Fluminense), Gabriel Magalhães (Arsenal) e Diego Carlos (Sevilla).

Laterais: Guilherme Arana (Atlético-MG), Gabriel Menino (Palmeiras) e Daniel Alves (São Paulo).

Meias: Bruno Guimarães (Lyon), Gerson (Olympique de Marselha), Claudinho (Red Bull Bragantino), Douglas Luiz (Aston Villa) e Matheus Henrique (Grêmio).

Atacantes: Antony (Ajax), Matheus Cunha (Hertha Berlim), Malcom (Zenit), Pedro (Flamengo) e Paulinho (Bayer Leverkusen).

A CBF não teve força política para convocar a Seleção Brasileira Olímpica dos sonhos de André Jardine.

Muito pelo contrário.

Os clubes venceram o braço de ferro.

Apesar de seus jogadores desejarem ir para Tóquio, os dirigentes usaram a legislação da Fifa e não cederam atletas fundamentais no planejamento de Jardine.

O Brasil levará uma equipe enfraquecida.

O PSG não cedeu Neymar e Marquinhos. O Palmeiras não quis nem pensar em deixar Weverton ser o goleiro desejado. O Real Madrid não permitiu se cogitar os nomes de Rodrygo, Casemiro e Vinicius Junior. Assim como o City, em relação a Fernandinho, que negocia renovação. O Flamengo não abriu mão de Rodrigo Caio e Gabigol.

"Neymar é referência mundial, imagina pra gente. Grande líder da principal. Gostaríamos de contar com ele. André citou o Douglas como exceção na questão de duas competições. Logicamente, se tornaria muito mais difícil, como se tornou, pensarmos em alguém que faria Copa América e Olimpíada. Gostaríamos muito de contar com o "Ney", mas não deu por esse motivo. Que seja feliz e bicampeão da Copa América. Sorte pra ele, pro Tite, pra todo mundo. Estamos torcendo", disfarçou Branco.

Neymar e Marquinhos queriam ir. Jardine sonhava com eles. Mas o PSG disse não

Neymar e Marquinhos queriam ir. Jardine sonhava com eles. Mas o PSG disse não

PSG

A única vitória, inesperada, de Jardine foi Pedro. À última hora, a direção flamenguista decidiu ceder aos apelos do coordenador da base, o ex-jogador Branco. E o atacante foi liberado. Mas só depois que a direção do clube carioca soube que o Palmeiras liberou o ala Gabriel Menino.

O atacante também fez sua parte.

Ao implorar pela liberação.

O nome de impacto na convocação foi de Daniel Alves.

O jogador de 38 anos foi chamado para ser o 'maestro' do time. O maior vencedor de títulos da história do futebol mundial, com 41 conquistas, não tem a medalha de ouro olímpica. 

Sua convocação também tem outros motivos. Capitalizar a atenção da imprensa, dos adversários, o respeito dos árbitros, acalmar o time, formado, na sua esmagador maioria, por atletas até 24 anos.

Ele foi convocado como lateral direito. É nessa posição que Jardine o deseja, não meio-campista, como atuava no São Paulo, até a chegada de Hernán Crespo.

Daniel Alves será o capitão do time.

A Olimpíada será um teste para a Copa do Mundo do Catar. Há dúvida na cúpula da Seleção Brasileira se ele resistirá fisicamente até dezembro de 2022.

Santos, do Atlético Paranaense, será o substituto de Weverton. Goleiro de 31 anos, contribuirá com sua experiência, reflexo. E personalidade, muito parecida com o jogador do Palmeiras: forte, mas discreta.

Outros destaques do time são Claudinho, meia do Bragantino, Gabriel Menino, ala do Palmeiras, o versátil Douglas Luiz, do Aston Villa, Antony, do Ajax.

O nível do futebol na Olimpíada não é alto.

Os times da Europa não cedem seus grandes jogadores para a competição. Com a permissão da Fifa, que não quer esvaziada sua Copa do Mundo.

A grande derrota de Jardine foi em relação a Neymar e Marquinhos.

Os jogadores queriam disputar a competição.

Mas o diretor de futebol do PSG, o ex-jogador da Seleção Brasileira, Leonardo foi firme e não os liberou.

Pedro. Jogador implorou para ser liberado. E diretoria do Flamengo, cedeu, à última hora

Pedro. Jogador implorou para ser liberado. E diretoria do Flamengo, cedeu, à última hora

CBF

Jardine fez o que pôde.

E está levando uma Seleção Brasileira mais fraca que poderia para Tóquio.

Com o veterano Daniel Alves como grande trunfo.

Com o ouro olímpico foi conquistado em 2016, a Olimpíada de Tóquio nunca foi prioridade para a CBF.

A prova está na convocação.

E na preparação final para a competição.

Equipe que, totalmente desentrosada, terá do dia 8 até o dia 22 de julho, sua estreia, para ganhar conjunto. É uma missão desesperada, apressada, improvisada.

Jardine sabe.

Foi o 'que deu' para fazer...

(O Flamengo em seguida à convocação veio a público e deixou claro que não houve acordo em relação a Pedro. E avisa que procurará a justiça para que não vá para Tóquio. Já que a Olimpíada não é data-Fifa.)

Últimas