Cosme Rímoli 'Sem Mundial, Sem Copinha': Gabigol é direto. Inimigo é o Palmeiras

'Sem Mundial, Sem Copinha': Gabigol é direto. Inimigo é o Palmeiras

Logo após a vitória épica contra a LDU, em Quito, Gabigol manda recado ao atual campeão da Libertadores. "O melhor time da América é o Flamengo'

  • Cosme Rímoli | Do R7

Gabigol revela obsessão contra o Palmeiras. O rival do Flamengo na hegemonia da América

Gabigol revela obsessão contra o Palmeiras. O rival do Flamengo na hegemonia da América

Alexandre Vidal/Flamengo

São Paulo, Brasil

"Às vezes, a gente diminui as coisas que acontecem durante o ano.

"Esse time é espetacular, é o melhor time da América, mas a gente tem que merecer cada vitória.

"Vencer três partidas consecutivas, vencer na Argentina, agora mais esse recorde de nunca ter vencido aqui é espetacular.

"A gente está muito feliz, o staff está contente e espero que a torcida curta essa geração, porque somos muito fominhas e vamos querer sempre mais."

As palavras de Gabigol depois da vitória difícil, suada, importante contra a LDU e os 2.850 metros de Quito vão além do destaque da atuação brilhante, na maior parte do jogo, do Flamengo.

Além dos nove pontos conquistados em três jogos.

Gabigol é o jogador do Flamengo que mais quer reconquistar a Libertadores. Tornar a América novamente 'rubro-negra'.

E desbancar o Palmeiras.

A quem elegeu como o rival de sua geração de jogadores no Flamengo.

Por isso, já virou tradição, após cada conquista, a provocação.

Tudo começou quando o clube carioca venceu a Libertadores.

Em Lima, Gabigol puxou a conhecida música.

"O Palmeiras não tem Mundial.

"Não tem Copinha (Taça São Paulo).

"Não tem Mundial."

"Palmeiras não tem Mundial. Palmeiras não tem Copinha." Toda comemoração Gabigol ironiza

"Palmeiras não tem Mundial. Palmeiras não tem Copinha." Toda comemoração Gabigol ironiza

Reprodução/Twitter

Desde dezembro de 2019, virou um mantra entre os atletas rubro negros.

A cada título, a cada festa de comemoração, a mesma provocação.

Gabigol deixa claro a desimportância que os tradicionais rivais cariocas.

Fluminense, Vasco e Botafogo são esquecidos, por conta da fragilidade econômica que impede a montagem de times poderosos. Há anos, o Rio de Janeiro é um estado com um clube que o domina.

Quando Bruno Henrique colocou o clube em 'outro patamar', há dois anos, até os rivais cariocas sabem que ele tem razão. Pelo dinheiro que permitiu o investimento em infraestrutura, muito acima de Fluminense, Vasco e Botafogo. Além dos atletas que possui.

No cenário nacional, o rival está em São Paulo. O Palmeiras. É o clube que trava o domínio, a hegemonia que o presidente Rodolfo Landim deseja na América do Sul, no Brasil.

Vencer o Brasileiro foi importante em 2020.

Mas ver o Palmeiras ganhar a Libertadores e a Copa do Brasil incomodou muito.

Daí o prazer em conquistar a Supercopa do Brasil do time paulista.

E lógico que houve cantoria de Gabigol.

Filmado por jogadores e até o vice de futebol Marcos Braz, que conhece profundamente essa rivalidade.

"O Palmeiras não tem Mundial.

"Não tem Copinha (Taça São Paulo).

"Não tem Mundial", cantou e riu, o artilheiro flamenguista, em Brasília.

Por isso, após a vitória de ontem, contra a LDU, Gabigol fez questão de destacar para os jornalistas. 

Gabigol marcou dois gols ontem e se igualou a Zico. 16 na Libertadores

Gabigol marcou dois gols ontem e se igualou a Zico. 16 na Libertadores

Alexandre Vidal

"O Flamengo é o melhor time da América."

Ele sabe muito bem que o Palmeiras é o campeão da Libertadores.

A provocação foi de propósito.

O clube de Abel Ferreira é o alvo do Flamengo.

Desde 2019.

Gabigol é apenas a ponta do iceberg.

A pessoa que assume publicamente o duelo.

Dirigentes e jogadores sabem que só há um clube com o mesmo poder de fogo, força nos bastidores, estrutura, que conhece o caminho dos títulos e que possui muito dinheiro.

O inimigo do Flamengo é o Palmeiras.

Simples e direto assim.

Gabigol nasceu para o futebol no Santos.

E desde garoto sabe o ponto fraco do rival.

O fato de jamais ter vencido a Copa São Paulo.

E, principalmente, o Mundial de Clubes.

O atacante seguirá cantando enquanto estiver na Gávea.

"O Palmeiras não tem Mundial.

"O Palmeiras não tem Copinha.

"O Palmeiras não tem Mundial..."

Veja imagens da eliminação do PSG para City na Champions League

Últimas