Cosme Rímoli Reviravolta. Robinho aceita R$ 10,00 para jogar no Santos

Reviravolta. Robinho aceita R$ 10,00 para jogar no Santos

Ao saber que o clube desistia de contratá-lo por falta de dinheiro, Robinho propôs R$ 10,00 até o final de 2020. E depois salário 'de verdade' em 2021

  • Cosme Rímoli | Do R7

Robinho aceita R$ 10,00 até o final de 2020 para fechar com o Santos. Golpe de mestre

Robinho aceita R$ 10,00 até o final de 2020 para fechar com o Santos. Golpe de mestre

Santos

São Paulo, Brasil

Robinho percebeu que não teria outro clube que seria idolatrado, como deseja, até o final de sua carreira.

Só mesmo o Santos, clube que o revelou e que o recebeu quando teve problemas na carreira, em 2010 e 2014.

Em 2016, ele não teve constrangimento algum em ir para o Atlético Mineiro, que ofereceu mais dinheiro do que o Santos.

O clube do litoral brasileiro tem sérios problemas financeiros.

Deve mais de R$ 300 milhões.

E tem processos por calote na Fifa.

O jogador de 36 anos voltou para o Brasil para se aposentar.

Apesar de milionário, ele sempre brigou por salários altíssimo durante toda a carreira.

O presidente em exercício Orlando Rollo sabia. Robinho tinha um acordo verbal com o presidente afastado José Carlos Peres. O salário seria de R$ 600 mil mensais.

Mas com a queda de Peres, Rollo foi direto. Não teria como acertar a volta de Robinho por uma quantia tão alta. Também há pressão do Conselho Deliberativo por conta da sua condenação por estupro na Itália.

No Atlético Mineiro, Robinho enfrentou protestos pela condenação do estupro

No Atlético Mineiro, Robinho enfrentou protestos pela condenação do estupro

Reprodução/Twitter

Rollo decidiu escancarar.

Não havia condições financeiras de contratar Robinho.

Foi quando ele ligou à advogada Marisa Alija cancelando a reunião que estava marcada para hoje. Só que se surpreendeu.

Alija tinha uma proposta a fazer.

Robinho quer um contrato de dois anos.

Até o final de 2020, ou seja, por dois meses, ele receberia salário simbólico: R$ 10,00.

E no início de 2021, com o clube mais equilibrado financeiramente, teria um reajusto digno do seu futebol.

Orlando Rollo adorou a proposta.

Como o Santos deverá voltar a ser proibido de fazer novas contratações na quarta-feira, por processos na Fifa, o presidente deixou claro a Alija.

Ele, a advogada e Robinho terão de se reunir amanhã para selar o acordo. 

A legislação trabalhista obriga o pagamento ao menos de um salário mínimo, R$ 1.045,00.

E convocou o jogador publicamente para o encontro.

O acordo deve sair.

O presidente resolve comprar a briga por quem rejeita o jogador pela acusação de estupro.

Cuca quer o atacante.

Este foi a nota oficial que Rollo públicou nesta noite.

"Mesmo sabendo da impossibilidade legal de contratar um profissional por 10 reais e deixando claro o respeito que temos pelo nosso ídolo Robinho, estarei aguardando a representante do atleta, a partir do meio dia, deste sábado, dia 10 de outubro, no CR Rei Pelé, para assinarmos um contrato nessas condições.

Reitero a necessidade de assinar este contrato o mais rápido possível, pois o Santos FC, infelizmente, deve sofrer nova sanção para inscrever jogadores e temos pouco tempo”, afirmou Orlando Rollo, presidente do Santos FC."

Milionário, Vettel vira um dos donos da equipe que correrá em 2021

Últimas