Renato Gaúcho e Grêmio mostram: são absurdos jogos com pandemia

O treinador e  jogadores entraram de máscara para atuar pelo Campeonato Gaúcho. Com portões fechados. Só jogadores e técnicos se arriscam

Renato Gaúcho e os reservas.  Máscaras para deixar claro o risco desnecessário

Renato Gaúcho e os reservas. Máscaras para deixar claro o risco desnecessário

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

Pressionado pela Federação Gaúcho, o Grêmio foi obrigado a entrar em campo nesta manhã para enfrentar o São Luiz, em Porto Alegre.

Com os portões fechados.

Com a liberação da diretoria, Renato Gaúcho e os jogadores gremistas decidiram protestar diante do risco dos jogos, com a pandemia de coronavírus.

E entraram com máscara em campo.

O time só não jogou com máscara porque é proibido.

Não faz parte do uniforme permitido pela Fifa.

Mas Renato Gaúcho e os reservas seguiram com máscaras.

A situação no Brasil é bizarra.

Por compromissos comerciais com a tevê e pelo calendário sobrecarregado, nem a pandemia de coronavírus é suficiente para adiar os jogos.

Uma vergonha.

Que o Grêmio e Renato Gaúcho escancararam...