Cosme Rímoli Ramírez preferiu seguir no Equador. Palmeiras segue sem técnico

Ramírez preferiu seguir no Equador. Palmeiras segue sem técnico

O espanhol deu uma lição de comprometimento. Só largaria o Independiente no próximo ano. Palmeiras teve de desistir. Heinze e Aguirre candidatos

  • Cosme Rímoli | Do R7

 Ramírez não quis largar o Independiente agora. Respeito ao clube e ao seu trabalho

Ramírez não quis largar o Independiente agora. Respeito ao clube e ao seu trabalho

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

O Palmeiras aprendeu uma lição no Equador.

Escolher treinador é algo muito sério.

E que envolve todo o trabalho da temporada.

Miguel Ángel Ramírez não aceitou ganhar mais, treinar uma equipe com muito mais prestígio, trabalhar no país que é pentacampeão do mundo.

O espanhol demostrou respeito não só ao Independiente del Valle.

Mas ao seu trabalho, ao seu planejamento.

Ele deixou claro ao gerente Anderson Barros e ao vice Paulo Buosi.

Só trabalharia no Palmeiras a partir da próxima temporada.

Decidiu seguir no Independiente del Valle até o final da participação na Libertadores e no Campeonato Equatoriano.

O clube não tem nenhum desses títulos.

Mauricio Galiotte mandou avisar Barros e Buosi que poderiam embarcar no jatinho cedido pela Crefisa. E voltar ao Brasil.

Eles fizeram de tudo para tentar convencer o treinador espanhol para assumir o clube brasileiro imediatamente.

Gabriel Heinze tem muitos defensores no Conselho. Tem chance de assumir o Palmeiras

Gabriel Heinze tem muitos defensores no Conselho. Tem chance de assumir o Palmeiras

Reprodução/Twitter

Mas não houve jeito, a não ser, envergonhados, afirmarem que desistiam.

O Palmeiras não poderia ficar sem técnico na Libertadores, na Copa do Brasil, no Brasileiro.

E já busca outro nome.

A tendência é seguir investindo em um estrangeiro.

O argentino desempregado Gabriel Heinze tem muitos defensores no Conselho Deliberativo.

O uruguaio Diego Aguirre, ex-São Paulo, e que está no Qatar, no Al-Rayyan, também se tornou uma opção.

Assim como o também uruguaio Gustavo Munúa. Ele foi demitido do Nacional de Montevidéu na semana passada.

A verdade é que Galiotte apostava todas as fichas em Ramírez.

O time joga hoje pela Libertadores, no Allianz Parque.

O auxiliar Andrey Lopes seguirá como técnico interino.

O uruguaio Diego Aguirre está trabalhando no Qatar. No Al-Rayyan

O uruguaio Diego Aguirre está trabalhando no Qatar. No Al-Rayyan

Reprodução/Twitter

Aliados de Paulo Nobre celebram o fracasso com Ramírez.

Culpam a 'falta de rumo' de Galiotte.

E apontam a lição que o espanhol deu à sua administração.

Os bastidores palmeirenses estão fervendo...

PSG se dá mal, e Barça goleia! O melhor da abertura da Champions

Últimas