Cosme Rímoli 'Quer um conselho? Volta pro Brasil. Lá, tu não fica em cana.' Robinho

'Quer um conselho? Volta pro Brasil. Lá, tu não fica em cana.' Robinho

Novos diálogos de Robinho e seus amigos, acusados de estuprarem uma mulher na Itália, são assustadores. E comprometem ainda mais o jogador

  • Cosme Rímoli | Do R7

O desprezo de Robinho, falando sobre a mulher que o acusa de estupro, é assustador

O desprezo de Robinho, falando sobre a mulher que o acusa de estupro, é assustador

Ivan Storti/Santos

São Paulo, Brasil

A situação de Robinho não para de se complicar.

Foram suas declarações que deram força à denúncia de estupro, em Milão.

Depois de ter sido condenado a nove anos de prisão por 'violência sexual' de uma mulher na Itália, em 2013, e ter ontem negado recurso pelo Tribunal Italiano de Apelação, alegando inocência, surgem outras conversas dele mesmo, que o incriminam ainda mais.

As primeiras, gravadas pela polícia italiana, já foram suficientes para a condenação e negação do recurso.

Essas declarações, também gravadas do jogador, com autorização judicial.

"A transcrição da conversa de Robinho com um de seus amigos, cerca de um ano depois do crime, consta de um relatório produzido pelo tradutor juramentado Adriano Lellis Gaiotto, que foi anexado ao processo pela defesa do jogador.

'Não se trata, portanto, da transcrição do áudio feita pela Justiça italiana e sim pelo profissional contratado pelos advogados do brasileiro" informa o UOL. 

Robinho não foi ontem à Milão para tentar explicar o que aconteceu. Apenas seus advogados estiveram lá. A mulher, que o acusa de estupro, esteve no tribunal.

Os nomes dos 'amigos' não são tornados públicos porque ainda não foram processados. Apenas Robinho e Ricardo Falco, condenados a nove anos.

A transcrição destas novas conversas de Robinho é assustadora.

"Se os caras mandarem eu ir lá depor (na Itália) vai ser f..., vou falar o que pra minha nega? [...] Vou lá depor pra quê? Oito cara rangaram a mina [...].

"Ó que fase que eu tô."

Se referindo ao amigo Ricardo Falco, também condenado pelo estupro, ele apela para a fama de impunidade que domina este país.

"Cara, você quer um conselho? Não vai nem lá, volta pro Brasil, pelo menos tu não fica em cana." (Risos)

Abaixo, os novos diálogos.

Onde ficam ainda mais evidentes o desrespeito, o desprezo à mulher envolvida sexualmente com ele e seus amigos.

Amigo 1: Neguinho, por exemplo, se a mina não teve, não pega nada, mas se ela teve filho aí é DNA, né? Robinho: então, e agora mano? Vai entender se a menina teve filho. Ninguém sabe se ela teve, se ela não teve, a polícia não vai falar.

Amigo 1: Então, por exemplo, se ela não teve filho é a palavra dela contra a da gente, não tem como ela acusar, agora se ela teve filho é puxado hein. Robinho: É, então, mas eu não sei se a menina teve ou se não teve [...] o cara que o Jairo [músico que tocava na boate no dia do crime] contratou falou assim: "- ó, a única coisa boa é que os caras tá lá no Brasil e na discoteca não tinha câmera, porque se pegasse a câmera os caras iam pegar eles.

Robinho treinava no Santos. Apostava que a condenação de estupro não chegaria ao Brasil

Robinho treinava no Santos. Apostava que a condenação de estupro não chegaria ao Brasil

Ivan Storti/Santos

Robinho: [...] eu tô com medo se os caras me chamarem para depor, eu não sei, tomara a Deus que, o meu medo é esse, o meu medo é sair na imprensa, "Amigos de Robinho estupraram menina lá na Europa", meu medo é esse.

Amigo 1: Nossa. Robinho: Ó a falha, ó a falha, f... mano, tô com a cabeça um trevo aqui mano.

Amigo 1: Agora até a minha ficou.

Se sair no, no, Globo.com, cai todo mundo por tabela.

Robinho: [...] aí os caras ligou e falou para o [apelido de Ricardo] ir depor segunda-feira, falou 'Segunda-feira é o seu Ricardo, você vai vir aqui na Corregedoria, na Polícia Federal, ou vamos te buscar?'

"O Ricardo me ligou e falou 'Neguinho, os cara me ligaram pra eu ir lá, tu não tem nenhum advogado pra me emprestar, pra me pagar?' eu falei 'Advogado? Vou chamar advogado? Não tenho advogado'." Porque o do Ricardo estava com medo porque, ele tá sem documento nenhum [...] é arriscado ele ir e ficar por lá mesmo.

Amigo 1: Nossa. Vai vir direto pro Brasil já, de lá.

Robinho: É. (Risos) Eu falei: "- Cara, você quer um conselho? Não vai nem lá, volta pro Brasil pelo menos tu não fica em cana.(Risos) 

Robinho: [...] eu lembro que foi, quem tava desesperado era [amigo 3] e [amigo 2] em cima da mina. [amigo 3] e [amigo 2] tava num desespero da porra. Amigo 1: Neguinho vai, quando eu cheguei lá os cara tava trabalhando já, eu só entrei no trabalho. Robinho: Então, eu também, porque eu nem consegui tirar o doze (órgão sexual), mano, fazer o que, agora os caras (Risos).

Amigo 1: Os caras tavam 'trabalhando' (tendo relações sexuais) já, eu só fui dar uma força.

Robinho: (Risos) trabalhando... (Risos)

A gravação destas novas conversas gravadas foram anexadas ao processo

A gravação destas novas conversas gravadas foram anexadas ao processo

Reprodução/Twitter

Amigo 1: é, mano, por mim já tinha ido embora já, eu queria ir embora. Robinho: Quero vê se a mina tá com um carnê, aí eu quero vê mano. [sic]

Amigo 1: P..., aí o bicho pega, pega pra todo mundo.

Robinho: Pra todo mundo não, eu não ranguei, eu tenho certeza que eu não tenho nada, agora quem rangou, que foi você que eu vi, eu sei...

Amigo 1: Eu tava de caneleira (camisinha), eu tava com caneleira, né.... 

Advogados divergem de Robinho.

Alegam que, se ele for condenado definitivamente, na Itália, poderá, sim, ser preso aqui no Brasil. Dependerá do Superior Tribunal de Justiça decidir acatar a condenação por estupro.

Ou seja, é melhor o jogador se informar antes de aconselhar amigos à vir ao país.

Para a 'terra da impunidade'...

Curta a página do  R7 Esportes no Facebook.

Facada no México e agressão: ex da mãe de Neymar coleciona polêmicas

Últimas