PSG promete time mais forte. Mas Neymar sonha com o Barcelona

Presidente do PSG, Nasser Al-Khelaif, garantiu a Neymar que reforçará equipe. Brasileiro pode ficar. Mas quer tentar voltar para Barcelona

Neymar consolado pelo técnico do Bayern, Hans-Dieter Flick, e Alaba

Neymar consolado pelo técnico do Bayern, Hans-Dieter Flick, e Alaba

Reprodução/Twitter Bayern

São Paulo, Brasil

"Perder faz parte do esporte.

"Tentamos de tudo, lutamos até o final.

"Obrigado pelo apoio e carinho de cada um de vocês  e PARABÉNS ao BAYER "

Essa foi a manifestação de Neymar, após a final da Champions.

Descontando não saber escrever o nome do adversário, Bayern, o brasileiro buscou a saída mais fácil. 

Derrota realmente faz parte do esporte e Neymar, que já ganhou muitos títulos, também sabe bem o que é perder.

A começar pela Copa do Mundo com o Brasil, que jamais conquistou.

Além da Champions, pelo PSG.

Ele venceu a competição quando era mero coadjuvante de Messi, em 2015.

Aos 28 anos, ele levou a sério como nunca o torneio.

Teve a contribuição direta da pandemia.

O terrível isolamento social forçou seu foco na carreira.

E deu ótima resposta em campo.

Menos hoje, na decisão.

Além de ter uma autuação apagada, chorou muito após a confirmação da derrota.

Mesmo assim, ele recebeu uma proposta do presidente do PSG, que o abraçou, o tentou consolar, enquanto Neymar chorava como uma criança ao receber a medalha pelo vice-campeonato. 

Presidente do PSG, Al-Khelaifi, prometeu time mais forte. Quer que Neymar fique

Presidente do PSG, Al-Khelaifi, prometeu time mais forte. Quer que Neymar fique

Reprodução/TNT

Nasser Al-Khelaifi, da família real qatariana, avisou que não pretende negociá-lo. E que vai reforçar o time, contratar jogadores que o ajudem a vencer a Champions.

Afinal, foi a primeira vez que o PSG chega à final do torneio.

Neymar quer esgotar todas as possibilidades de voltar ao Barcelona.

Este segue sendo seu desejo.

O clube catalão passará por uma reformulação.

Mas falta dinheiro, por conta da pandemia, para contratar um jogador tão caro quanto o camisa 10 do PSG.

Neymar tem contrato até 2022 com o clube francês.

Na França não há a imposição que todos os atletas tenham multa rescisória estabelecida. Não é assim.

O PSG pode pedir o quanto quiser pelo jogador que pagou 222 mihões de euros, cerca de R$ 1,4 bilhão.

Mas como Neymar já cumpriu mais de 50% do tempo de seu contrato e, se realmente, quiser ir embora, o caminho é comprar briga com o PSG e ir para a Fifa resolver a questão.

Com a medalha de vice, no peito, carinho na taça. Apoio nas redes sociais

Com a medalha de vice, no peito, carinho na taça. Apoio nas redes sociais

Reprodução Instagram

Se o conflito chegar tão longe, a FIfa pode estabelecer o preço dos direitos do jogador.

A tendência é mesmo o brasileiro seguir em Paris.

E torcer para o PSG ganhar reforços importantes.

A fase de grupos da Champions 2020/2021 já começa no dia 20 de outubro.

Daqui a dois meses...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Neymar entra para lista de craques do PSG que não levaram Champions