Cosme Rímoli Projeto Hulk é uma caríssima decepção. Clima tenso no Atlético

Projeto Hulk é uma caríssima decepção. Clima tenso no Atlético

O atacante de 34 anos está muito abaixo do que se esperava. Mal fisicamente, sem ritmo. Em vez do principal jogador, é reserva. R$ 1,3 milhão por mês

  • Cosme Rímoli | Do R7

 Sete partidas, um só gol. De pênalti. Lento, reserva. Decepção no Atlético

Sete partidas, um só gol. De pênalti. Lento, reserva. Decepção no Atlético

Pedro Souza / Atlético-MG

São Paulo, Brasil

Foi no início de novembro de 2020.

A diretoria do Palmeiras desistiu oficialmente de Hulk.

O sonho de Mauricio Galiotte durou cerca de um ano.

Quando o jogador se livrou do futebol chinês, com o fim do seu contrato com o Shanghai SIPG, ficou pronto para fechar com o Palmeiras.

Só que havia a pandemia.

Vanderlei Luxemburgo perdeu seu lugar para Abel Ferreira.

Galiotte se conscientizou que não poderia pagar cerca de R$ 1,2 milhão ao jogador de 34 anos. Por três anos, que foi a primeira pedida.

A decisão foi de Galiotte, decepcionado com Ramires e com Ricardo Goulart, jogadores que voltaram da China, caríssimos e que não renderam no clube. 

A advogada e agente de Hulk, Marisa Alija, foi procurada pela direção do Atlético Mineiro.

A decisão de contratá-lo veio no ano passado, quando Alexandre Mattos ainda era o executivo do clube. Na época, a preferência era do Palmeiras. Quando o clube paulista desistiu, foi Rodrigo Caetano quem fechou a transação, com o aval dos mecenas que mantém o futebol do Atlético Mineiro: Rubens Menin e Ricardo Guimarães.

Contrato de dois anos, com a prioridade de um terceiro.

Salários de R$ 1 milhão mais bônus, premiação por artilharia.

Os números chegariam perto de R$ 1,3 milhão.

São R$ 31,2 milhões só em dois anos.

O departamento de marketing estava empolgadíssimo.

Assim como Menin e Guimarães, o clube teria um jogador midiático no mundo todo.

Só esqueceram de perguntar a Cuca, que foi contratado depois da negociação efetivada.

Hulk. Muita força. Mas fora de ritmo. Lento para ser titular do time de Cuca

Hulk. Muita força. Mas fora de ritmo. Lento para ser titular do time de Cuca

Atlético Mineiro

O treinador, que estava engatilhado, com a decisão da saída de Jorge Sampaoli, sempre preferiu atacantes velozes, leves, sem posição fixa.

Não um atacante forte, justicando ainda o apelido, mas lento para o seu planejamento tático.

E o atleta caríssimo virou reserva.

Em sete jogos, marcou apenas um gol.

De pênalti.

No fraquíssimo Campeonato Mineiro.

Hulk procurou Cuca para conversar e entender o porquê de o treinador não escalá-lo como titular absoluto. E reafirmar o que o mundo sabe. Ele rende muito mais atuando na direita, para cortar para o meio e chutar com a perna esquerda. Não é, nunca foi e jamais será um jogador de velocidade, do lado do campo.

O lado do jogador foi vazado.

Mas não o do treinador.

Cuca quer Hulk no time titular.

Mas pretende colocá-lo em forma e, principalmente, com ritmo.

Os preparadores físicos brasileiros que trabalharam na China sabem.

A carga de trabalho é menor e o calendário mais espaçado.

Fora o fato de que, na pandemia, a ordem dos clubes foi para os jogadores ficarem treinando em casa. 

A paralisação em 2020 foi de cinco meses.

Hulk foi muito prejudicado.

Ele sabe que está abaixo do ritmo dos atletas no Brasil.

E tem ficado cada vez mais tenso.

Expulsão e briga no clássico mineiro. Vexame

Expulsão e briga no clássico mineiro. Vexame

Reprodução/Twitter

A briga com Pottker no clássico contra o Cruzeiro foi o ponto mais baixo da chegada da volta de Hulk ao Brasil.

Com direito a expulsão e xingamentos após a partida.

"Chifrudo", disse o cruzeirense.

"Você é covarde, rapaz. Vai embora, juvenil."

"Vai mané do cara..., otário."

"Ô machão, dentro de campo você é homem né?"

"Vai otário, mané", respondeu Hulk

"Você transa com mulher dos outros", acusou Pottker.

O patético diálogo foi gravado e divulgado nas redes sociais.

A direção atleticana seguirá apoiando o atacante.

Assim como Cuca.

Desde que não atrapalhe o time.

O departamento de marketing quer esperar melhor fase para ações com o atleta.

O início do projeto Hulk é péssimo.

Pior do que todos imaginavam...

Real segura Liverpool e vai à semi da Champions; City também passa

Últimas