Cosme Rímoli Por dinheiro, Palmeiras perdoa Lucas Lima e Patrick de Paula

Por dinheiro, Palmeiras perdoa Lucas Lima e Patrick de Paula

Diretoria volta atrás na decisão de deixar os dois treinando em separado, depois de flagrados em noitadas, apesar da pandemia. Decisão é para não desvalorizar a dupla em futuras negociações

  • Cosme Rímoli | Do R7

Lucas Lima e Patrick de Paula voltaram a treinar com o elenco e podem jogar pelo Palmeiras

Lucas Lima e Patrick de Paula voltaram a treinar com o elenco e podem jogar pelo Palmeiras

Cesar Greco/Palmeiras

São Paulo, Brasil

Lucas Lima tem de agradecer a Patrick de Paula.

A disposição da diretoria do Palmeiras era afastar o meia até que houvesse uma negociação. O jogador, flagrado na noitada, sem máscara, na fim da noite do última quinta-feira, dia 17.

Lucas Lima foi reconhecido por torcedores e vídeos do atleta encurralado foram divulgados pelas redes sociais.

Havia unamidade na diretoria em relação ao fim de ciclo do jogador no Palmeiras. Ele recebe cerca de R$ 1 milhão entre salários e luvas.

Mas o flagrante, no domingo, de Patrick de Paula na balada, fez a diretoria ter de recuar.

A situação era idêntica. 

E os jogadores do elenco fizeram questão de enfatizar para o técnico Abel Ferreira.

O que valeria para Lucas Lima tinha de valer para Patrick de Paula.

Eles não aceitariam privilégio para o jogador de 21 anos em relação ao de 30 anos.

Galiotte ficou muito irritado com a noitada de Patrick. O versátil meio-campista tem mercado no futebol europeu. É jovem e vive fase muito melhor do que a de Lucas Lima. 

Lucas Lima sendo cobrado

Lucas Lima sendo cobrado

Reprodução/Twitter

Só que o privilégio a Patrick seria caótico para o clima no Palmeiras, que já está muito pesado, pelo futebol irregular do time.

Galiotte multou os dois e avisou que não tolerará mais baladas que exponham os jogadores a pegar a covid-19 e espalharem o vírus no elenco.

O dinheiro dos jogadores será doado para a compra de cestas básicas para a Central Única das Favelas e também para as famílias do segurança Cristiano de Oliveira e do podólogo Edson Silva, mortos no dia 12 de junho, de covid. Ambos prestavam serviço ao clube.

Abel Ferreira concordou com a decisão por conta da necessidade de contar com Patrick, jogador que utiliza normalmente. Lucas Lima se tornou um reserva de luxo.

A atitude da diretoria desagradou as torcidas organizadas do Palmeiras.

Houve revolta com a reintegração da dupla.

E a promessa que a busca a todos os jogadores do Palmeiras, nas baladas, continuará.

Patrick de Paula foi xingado e ainda tomou empurrões de torcedores do Palmeiras

Patrick de Paula foi xingado e ainda tomou empurrões de torcedores do Palmeiras

Reprodução/Twitter

Lucas Lima e Patrick de Paula pediram desculpas a Galiotte, Abel Ferreira e a todos os companheiros de time.

Mas sabem que há empresários tentando negociá-los.

Afastados, valeriam menos.

Esse o raciocínio de Galiotte...

CR7 fica de fora da lista dos atacantes mais caros da Eurocopa

Últimas