Cosme Rímoli Palmeiras tem a certeza. Lucrará com Endrick mais do que com Gabriel Jesus e Veron. Juntos

Palmeiras tem a certeza. Lucrará com Endrick mais do que com Gabriel Jesus e Veron. Juntos

A maior promessa da história da base do clube estará no banco hoje contra o Botafogo. Vai estrear ainda neste Brasileiro. Jogará profissionalmente antes do que Gabriel Jesus e Veron. Aos 16 anos

  • Cosme Rímoli | Do R7

Endrick e Gabriel Jesus. Palmeiras tem a certeza que ele irá além do jogador do Arsenal

Endrick e Gabriel Jesus. Palmeiras tem a certeza que ele irá além do jogador do Arsenal

TV Palmeiras

São Paulo, Brasil

"Craque, fenômeno."

"Fez 16 anos agora, né?

"Eu com 15 anos estava na várzea ainda.."

As definições de Gabriel Jesus sobre Endrick chegaram ao jovem jogador do Palmeiras.

Animadíssimo, ele fez questão de agradecer ao atacante da Seleção e do Arsenal.

O jovem atacante segue quebrando todos os protocolos.

Inclusive a da maior revelação da história do Palmeiras.

Endrick está indo além de Gabriel Jesus. Além de ter sido a estrela na conquista da inédica Copa São Paulo, em janeiro, ele vai estrear pelo clube muito antes do que Gabriel Jesus. 

O atacante da Seleção foi relacionado para o banco de reservas no dia 17 de agosto de 2014. Ele já tinha 17 anos e quatro meses. Foi o argentino Gareca que decidiu relacioná-lo. Não entrou nem um minuto sequer, na derrota contra o Atlético Mineiro. 

A pressão no Palmeiras que Gabriel Jesus jogasse era enorme. Mas o Palmeiras vivia um momento instável. Tanto que ele foi convocado para o Mundial sub-20 e quando voltou, Gareca já havia sido demitido. 

Coube a Oswaldo de Oliveira ser atormentado pela imprensa, e principalmente, pela torcica. Todos queriam ver Gabriel Jesus, que já mostrava seu futebol diferenciado nos treinamentos, em campl.

Oswaldinho cedeu apenas no dia 7 de março de 2015, aos 27 minutos do segundo tempo, na partida contra o Bragantino. Gabriel Jesus tinha 17 anos e onze meses.

E aos poucos, o atacante foi impondo sua qualidade. Até ser vendido para o Manchester City, em 2016, por 27 milhões de livras, o equivalente hoje a R$ 159 milhões. Até ir jogar na Premier League, ele atuou 83 vezes pelo Palmeiras e marcou 28 gols.

Endrick estará outra vez no banco de reserva hoje, contra o Botafogo. Já foi assim contra o Santos e Atlético Mineiro, pelo Brasileiro.

Ainda deu tempo para ele jogar a final do Brasileiro sub-20, contra o Corinthians, em Itaquera. E ainda marcar o gol da conquista de título histórico palmeirense.

Abel Ferreira tem conversado muito com Endrick. E também com Anderson Barros. O técnico e o executivo de futebol relembram que, apesar de ter dado muito certo a estratégia de lançamento de Gabriel Jesus, o plano fracassou com Gabriel Veron.

O atacante, que foi escolhido como melhor do Mundial sub17, também foi apontado como 'fenômeno' da base palmeirense. Só fez seu primeiro jogo com 17 anos e dois meses. No dia 25 de novembro de 2019, contra o Fluminense, no Maracanã. O técnico era Mano Menezes.

No profissional, Veron não foi o jogador que mostrava tanto talento na base. Além disso, Abel Ferreira sabia que ele cometia excessos na noite. E recomendou a venda do atacante.

A sua venda ao Porto foi decepcionante.

Saiu por 10 milhões de euros, atuais R$ 51 milhões, em julho deste ano.

Em 95 partidas no profissional, só marcou 14 vezes.

O que aconteceu com Veron foi importante para Abel Ferreira. Assim como também o que ocorreu com Patrick de Paula e Gabriel Menino, dois outros jovens talentos que o Palmeiras lançou.

O treinador português sabe que o trio não resistiu ao deslumbramento. Da fama, das noitadas.

Ele pretendia colocar Endrick entre os profissionais para ficar, a partir de 2023. Só que dois fatores pesaram para a antecipação. O primeiro é o talento indiscutível do atacante de 16 anos. 

O segundo é quase a certeza absoluta que o jogador não cumprirá os três anos de contrato com o Palmeiras. Deverá ser vendido, a peso de ouro, quando puder sair do Brasil. Aos 18 anos.

Ou seja, há pouco tempo para que Abel possa trabalhar, e até valorizá-lo ainda mais, até julho de 2024.

Endrick tem mais repertório técnico do que Gabriel Jesus e Verón. 

Mas precisa de experiência, personalidade, atitude, vivência para o confronto físico com jogadores profissionais, que é muito diferente do que acontece na base.

O Palmeiras, líder absoluto do Brasileiro, tem dez jogos para fazer. Tem sete pontos de vantagem em relação ao Internacional, com uma partida a menos.

Abel Ferreira, ainda muito decepcionado com a eliminação na semifinal da Libertadores, quer, de qualquer maneira o título nacional. E está tratando todas as partidas como decisões. E está decidido a aproveitar Endrick. 

Ou se o Palmeiras conseguir o título de forma antecipada.

Ou se a equipe estiver goleando um adversário.

Tudo para diminuir ao máximo a responsabilidade do jovem atacante.

Ou seja, ele entrará em campo ainda com 16 anos.

Antes de Veron e Gabriel Jesus.

"Claro que o Endrick pode entrar (agora) e fazer gols, pois ele tem essa qualidade, mas a gente também sabe que tem a questão da ansiedade, por ser muito novo. O Abel (Ferreira) vem fazendo um trabalho muito bom, e eu torço por ele. A única coisa que posso falar ao Endrick nesse momento é para ter paciência", disse Gabriel Jesus à ESPN.

A direção do Palmeiras espera conseguir, pelo menos, 50 milhões de euros, cerca de R$ 255 milhões, com o atacante. Sua multa rescisória é de 60 milhões de euros, perto de R$ 306 milhões.

A saída aos 18 anos foi uma combinação, extraoficial, com os empresários do garoto. Endrick mostrou futebol impressionante antes de 16 anos, quando ainda não tinha assinado contrato profissional. Poderia atuar onde quisesse. Tinha caminho aberto ao Manchester City, Real Madrid, Barcelona. Mas foi fiel ao Palmeiras, que abriu a possibilidade de negociação aos 18 anos, apesar de ter contrato até 19 anos.

Tudo vai depender, lógico, do seu desempenho.

Ele segue sendo observado por gigantes europeus.

Todos sabem que ele estreará entre os profissionais ainda em 2022.

Aos 16 anos, antes de Gabriel Jesus e Veron.

A decisão já está tomada por Abel Ferreira.

A carreira de Endrick segue de forma acelerada.

E com a direção do Palmeiras com uma certeza.

Que dará mais lucro que Gabriel Jesus e Veron juntos...

Fifa 23: Veja a evolução de Neymar em um dos games de futebol mais jogados no mundo

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas