Cosme Rímoli Pai de Neymar assume o 'empréstimo' de R$ 800 mil, caso Daniel Alves seja condenado por estupro. Mas, nada de visita à cadeia

Pai de Neymar assume o 'empréstimo' de R$ 800 mil, caso Daniel Alves seja condenado por estupro. Mas, nada de visita à cadeia

A família bilionária de Neymar resolveu assumir que ajudou Daniel Alves. 'Emprestou' para, caso seja condenado, pegue uma pena menor. E ainda ofereceu assistência jurídica. Mas nada de visitas à cadeia

  • Cosme Rímoli | Do R7

Pai de Neymar confirmou o 'empréstimo' para que Daniel Alves tenha uma pena menor. Se condenado

Pai de Neymar confirmou o 'empréstimo' para que Daniel Alves tenha uma pena menor. Se condenado

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

Mais uma enxurrada de críticas nas redes sociais.

Neymar da Silva Santos, o pai do principal jogador da Seleção Brasileira, não teve como negar ter 'emprestado' R$ 800 mil a Daniel Alves, para que ele tente diminuir sua pena, caso seja condenado por estupro.

Vazou na Espanha a notícia que 'Neymar pai' tinha se incumbido de pagar 150 mil euros, cerca de R$ 800 mil.

O jogador está preso desde 20 de janeiro de 2023. E será julgado entre os dias 5 e 7 do próximo mês.

Esse dinheiro serviu para uma taxa que se chama 'atenuante de reparação de dano causado'. Como é autoexplicativa, já é uma antecipação de compensação para a mulher de 23 anos que o acusa de estupro.

Daniel Alves está com os bens bloqueados.

O empresário disse que foi a família do jogador.

E deixou claro que não levou em consideração as fortes provas que indicam a agressão sexual.

A começar pelas declarações contraditórias do atleta.

"Até o momento, a presunção de inocência é válida no mundo inteiro. Ou a gente participa de um pré-linchamento e julgamento público ou tentamos ajudar um amigo e deixamos a Justiça decidir o destino do Daniel."

"A família nos pediu ajuda. O Daniel não tinha dinheiro para se defender, e o prazo para o pagamento da defesa estava expirando. Pense bem, em nenhum momento, eu podia negar ajuda a um amigo que está tentando se defender de uma acusação.

"O Daniel está preso preventivamente e não foi julgado. Até o momento, a presunção de inocência é válida no mundo inteiro. Ou a gente participa de um pré-linchamento e julgamento público, ou tentamos ajudar um amigo e deixamos a Justiça decidir o destino do Daniel.

"Eu não poderia virar as costas... E se a Justiça decidir que o Daniel é inocente? Preferi ter o peso de acreditar em um amigo do que virar as costas para alguém."

O pai de Neymar só se manifestou hoje, na CNN, depois que a notícia de sua contribuição financeira vazou na Espanha. Antes ele não havia dito uma palavra sobre o auxílio.

Daniel Alves ajudou Neymar no Barcelona e na Seleção Brasileira. Viraram grandes amigos

Daniel Alves ajudou Neymar no Barcelona e na Seleção Brasileira. Viraram grandes amigos

Reprodução/Twitter

Ele também ofereceu ajuda jurídica a Daniel Alves.

Mesmo com toda essa amizade, o empresário não foi visitar o lateral na cadeia.

Muito menos Neymar.

A reação nas redes sociais foi contrária ao empréstimo.

À interferência da família bilionária no delicado caso jurídico.

O jogador pode ficar preso até 12 anos, caso seja condenado.

As provas contra o ex-atleta da Seleção são muito convincentes.

A ponto de a defesa do atleta ter proposto um acordo, de acordo com a imprensa espanhola.

Com Daniel Alves passando quatro anos na cadeia.

"Pré-linchamento", reclama pai de Neymar. Dinheiro e ajuda jurídica a Daniel Alves

"Pré-linchamento", reclama pai de Neymar. Dinheiro e ajuda jurídica a Daniel Alves

AFP

E uma compensação à mulher de 23 anos, que teria sido abusada na boate Sutton, em Barcelona, enquanto a esposa de Daniel Alves cuidava da mãe que estava morrendo de câncer no útero.

A situação do ex-lateral da Seleção é péssima...

.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas