Cosme Rímoli O triste silêncio de Pedro. Tem a certeza que não irá à Olimpíada

O triste silêncio de Pedro. Tem a certeza que não irá à Olimpíada

Atacante decide não polemizar, apenas aceitar a decisão do Flamengo, de não cedê-lo aos Jogos Olímpicos. A petição do clube chegou ao STJD, que não tem como liberar o jogador. E seguir determinação da Fifa

  • Cosme Rímoli | Do R7

Pedro se mantém em silêncio. Desde que o Flamengo decidiu não liberá-lo à Olimpíada

Pedro se mantém em silêncio. Desde que o Flamengo decidiu não liberá-lo à Olimpíada

Alexandre Vidal/Flamengo

São Paulo, Brasil

São cinco dias de silêncio.

Desde que agradeceu a convocação, nem mais uma palavra.

E eles seguirão até o dia 1º de julho, quando a seleção olímpica terá de se apresentar no Centro de Treinamento do Palmeiras. Para treinar e se conhecer como time. O embarque para o Qatar está programado para o dia 8 de julho. E de lá seguirá ao Japão, no dia 15.

Esses oito dias serão fundamentais para que Pedro descubra se irá ou não conseguir o seu sonho de disputar os Jogos Olímpicos.

Pedro não quer se posicionar.

Para não ficar contra o Flamengo.

Porque ele já deixou claro o quanto quer jogar a Olimpíada. 

O técnico da seleção brasileira, André Jardine, e o coordenador das seleções de base, o ex-jogador Branco, apostam que o atleta conseguirá dobrar a resistência da diretoria flamenguista, principalmente do presidente Rodolfo Landim.

Só que a esperança dos dois é em vão.

Landim foi muito claro.

A sua ordem é não ceder Pedro para a Olimpíada. Ele acredita que a CBF não fez essa pressão sobre o PSG, que negou Neymar e Marquinhos, como desejava Jardine.

A competição não é data-Fifa, o que desobriga qualquer clube a ceder seus jogadores.

Rogério Ceni também não quer ficar sem o artilheiro.

O Flamengo já entrou com petição no Superior Tribunal de Justiça Desportiva para que a convocação não seja levada em conta. 

Repetindo o que fez em 2019, exigindo que seu atacante Reinier fosse desconvocado da seleção brasileira que disputaria o Mundial sub-17. Por a cessão não ser obrigatória. E o Flamengo venceu.

O estafe de Pedro tem convicção que o jogador não irá para Tóquio.

Até mesmo o atacante está consciente: terá de ser forte psicologicamente para aceitar a recusa do clube. Afinal, foi o Flamengo que o resgatou para convocações até para a seleção principal.

A direção do Flamengo promete.

Não haverá reviravoltas.

São cinco partidas do Brasileiro, duas da Libertadores e duas da Copa do Brasil, que Pedro não disputaria pelo Flamengo.

O investimento do clube carioca para ter o jogador foi de mais de R$ 90 milhões.

A CBF segue não cumprindo a Lei Pelé. Não pagando os atletas convocados.

O Flamengo teria de seguir pagando para não ter Pedro em uma competição da seleção, que não precisaria ceder o jogador.

A lei está a favor do clube.

André Jardine, Branco, também sabem.

Daí o triste silêncio de Pedro.

De quem sabe que não irá para o Japão...

Palmeirenses na lista: Boleiros desrespeitam protocolos em festas

Últimas