Cosme Rímoli Mistura de Abel Ferreira e Thiago Carpini. Assim o Corinthians enxerga o português António Oliveira, seu novo treinador

Mistura de Abel Ferreira e Thiago Carpini. Assim o Corinthians enxerga o português António Oliveira, seu novo treinador

O Corinthians fechou a contratação de António Oliveira como novo técnico. Contrato até dezembro. Se o time se classificar para a Libertadores, fica até dezembro de 2025. Há empolgação no Parque São Jorge

  • Cosme Rímoli | Do R7

António Oliveira acertou tudo com o Corinthians. Até dezembro. Mais um ano se classificar para a Libertadores

António Oliveira acertou tudo com o Corinthians. Até dezembro. Mais um ano se classificar para a Libertadores

Cuiabá

São Paulo, Brasil

"Triste e feliz ao mesmo tempo, mas o futebol é assim. Que você seja muito feliz! Não posso esconder que estou triste pela ida de um grande parceiro, paizão e treinador, mas de uma coisa eu sei: ele vai surpreender todos aqueles que estão duvidando de suas qualidades."

Quem precisa de assessor de imprensa se trabalha com Deyverson?

O atacante se despediu do treinador António Oliveira, que acabou de acertar sua saída do Cuiabá e fechar contrato com o Corinthians.

O compromisso será até o final de dezembro.

Com a promessa de prorrogação por mais um ano, caso classifique o clube para a Libertadores de 2024.

Magoado com tantas críticas, por posturas amadoras e precipitações, o presidente do Corinthians, Augusto Melo, decidiu que só confirmará todas as contratações quando os contratos estiverem assinados.

O que ainda, até o final desta manhã, não estava.

O treinador português tem 41 anos, não venceu nenhum título no Brasil. Passou pelo Athletico e Cuiabá. Foi auxiliar no Santos, no Kwait e no Irã.

Ele é filho de Toni, ex-ídolo como jogador e que foi técnico do Benfica.

Adepto do futebol coletivo, vibrante, Antônio Oliveira tem o estilo de trabalho que lembra muito o de Thiago Carpini, técnico do São Paulo, e de Marcio Zanardi, treinador do São Bento e primeira opção de Augusto Melo. A contratação não foi efetivada porque o presidente não sabia o regulamento da competição.

Apesar de a imprensa de Mato Grosso garantir que tudo foi acertado ainda ontem, depois que Zanardi não pôde e Cuca foi repelido pela maior parte da direção e também dividiu os chefes das organizadas corintianas.

Além de esperar a assinatura de contrato, Melo precisou segurar para ter uma 'boa notícia' hoje.

Até porque há o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro.

Não há dúvida alguma que a aposta em António Oliveira é o Corinthians seguindo o caminho do Palmeiras, com o português, que tem uma visão europeia tática do futebol.

E também do São Paulo, com a jovialidade e a 'fome de conquistas' de Thiago Carpini.

Algo que dirigentes garantem que Mano Menezes havia perdido.

É a 14ª aposta em treinadores corintianos, desde 2019, quando o clube conquistou o Campeonato Paulista, com Fábio Carille.

Desde então, o clube perdeu 20 campeonatos que disputou...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas