Cosme Rímoli Mesmo com a concorrência de Olympique e Fenerbahçe, Botafogo sonha com Marcelo

Mesmo com a concorrência de Olympique e Fenerbahçe, Botafogo sonha com Marcelo

Na emocionante despedida de Marcelo do Real Madrid, a certeza. Ele continuará a jogar. A princípio, quer disputar a última Champions. Fenerbahçe e Olympique são candidatos. Mas o Botafogo segue sonhando

  • Cosme Rímoli | Do R7

Nada menos do que 25 títulos. Carreira fabulosa no Real. Agora, a hora de escolher outro clube

Nada menos do que 25 títulos. Carreira fabulosa no Real. Agora, a hora de escolher outro clube

Real Madrid

São Paulo, Brasil

Muito dignas as homenagens a Marcelo.

E justas.

Depois de 15 anos de Real Madrid, o lateral esquerdo brasileiro deu adeus ao clube espanhol.

Tendo participação nas equipes que conquistaram 25 títulos para o gigante europeu.

Ele chorou, agradeceu.

Mas não quis falar sobre o futuro.

Aos 34 anos, o Real Madrid não realizou seu sonho de renovação por mais um ano.

Milionário, o jogador avisou que não deseja se aposentar.

Na entrevista final de hoje foi bem reticente.

Mas na sexta-feira, ele deixou escapar duas simples frases.

Só que com poder para matar qualquer possibilidade do Botafogo, que sondava o jogador para ser o seu grande líder na reestruturação arquitetada por Luís Castro, com o dinheiro do bilionário John Textor, 'dono' de 90% das ações do clube carioca.

O fato de Marcelo afirmar ser 'botafoguense' não pesa agora para o jogador.

Muito menos a possibilidade de retornar ao Fluminense, de onde saiu para o Real Madrid, em 2007. 

As frases que Marcelo não se conteve e deixou escapar são essas.

"Quero jogar a Champions. Acho que dá."

O brasileiro tem sondagens de clubes do Oriente Médio. Do Catar e dos Emirados Árabes.

Mas o Fenerbahçe, de Jorge Jesus, e o Olympique de Marseille, de Jorge Sampaoli, oferecem esta possibilidade.

A de disputar a última Champions League como titular.

Não do banco de reservas, como foi na conquista desta temporada, no Real Madrid.

Inteligente, vivido, Marcelo ainda não respondeu ao clube turco.

Nem ao francês.

Avisou que vai tirar 15 dias de férias.

Afinal, a temporada europeia nos clubes é de descanso.

O time de Jorge Jesus está sendo reformulado.

A análise de reforços passa até por Bruno Henrique, do Flamengo.

A esperança do treinador português é montar um time competitivo.

O Olympique vai manter a base, mas busca se fortalecer.

Sampaoli tem muita admiração pelo brasileiro.

Mesmo diante destes rivais, o Botafogo tentará o jogador.

Se houver a resposta negativa, o 'não' para esta temporada pode ser o 'sim' para o meio de 2023, quando Luís Castro espera ter nas mãos o seu 'Botafogo ideal'.

A única certeza em relação à carreira do jogador e o Brasil é uma só.

Ele garante que vai terminar sua jornada no futebol aqui.

Mas também se nega a revelar qual clube...

Já são 9: veja técnicos que perderam o emprego no Brasileirão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas