Cosme Rímoli Marinho ignora Covid. A oito dias da final da Libertadores

Marinho ignora Covid. A oito dias da final da Libertadores

Ney Silva, influenciador, e dois amigos, circulam sem máscara no CT do Santos. Jogadores expostos de forma amadora à pandemia

  • Cosme Rímoli | Do R7

Marinho, principal jogador do Santos exposto a uma semana da final da Libertadores

Marinho, principal jogador do Santos exposto a uma semana da final da Libertadores

Reprodução/Ney Silva

São Paulo, Brasil

Situação absurda.

E que revoltou Cuca.

O Santos a apenas oito dias da final da Libertadores recebeu três pessoas no CT Rei Pelé.

Elas não apenas acompanharam o treinamento.

Circularam à vontade sem máscaras.

E uma delas, justo a mais popular, posou para fotos com dois jogadores fundamentais para o time na final contra o Palmeiras: Marinho e Kaio Jorge.

O 'influenciador' Ney Silva, conhecido como "Voz da Várzea".

Estava acompanhado por dois amigos.

Fez questão de ficar bem próximo dos jogadores, quebrando qualquer protocolo para evitar a disseminação do Covid-19.

Ninguém sabe se o influenciador e seus amigos estão contaminados.

Ney Silva se apressou em colocar as fotos nas redes sociais.

Assim como Kaio Jorge.

Detalhe fundamental.

Marinho e Kaio Jorge não viajaram para Fortaleza, onde o Santos perdeu ontem para o Ceará.

Foram poupados, como outros titulares.

Mas acabaram expostos de maneira amadora à possibilidade de serem contamidados e perderem a decisão da Libertadores, além, lógico, de exporem suas vidas.

Kaio Jorge e Ney Silva. Exposição desnecessária, sem sentido. Cuca revoltado

Kaio Jorge e Ney Silva. Exposição desnecessária, sem sentido. Cuca revoltado

Reprodução/Ney Silva

Diante da reação dos internautas, as fotos foram retiradas.

Cuca ficou revoltado quando soube.

E a diretoria tratou de publicar uma nota oficial, diante de tanta irresponsabilidade.

"O Santos FC esclarece que, devido à pandemia do Covid-19, existe um protocolo sanitário com a proibição da entrada e/ou circulação no Centro de Treinamento Rei Pelé de pessoas que não fazem parte do cotidiano de treinos. O local está isolado, sendo permitida apenas a entrada de funcionários e atletas.

Houve, porém, uma falha e três pessoas foram autorizadas indevidamente por um funcionário a visitar a área. O Clube já apurou o ocorrido e adotará medidas internas, com a certeza de que este tipo de fato não se repetirá."

Últimas