Cosme Rímoli Mancini não ajudará o Palmeiras. Tem bênção para escalar reservas

Mancini não ajudará o Palmeiras. Tem bênção para escalar reservas

O Palmeiras só sobreviverá no Paulista se o Corinthians vencer o Novorizontino. Mas Mancini poupará seus principais titulares

  • Cosme Rímoli | Do R7

Mancini está muito pressionado. Salvar ou não o rival e um provável adversário?

Mancini está muito pressionado. Salvar ou não o rival e um provável adversário?

RICARDO MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

São Paulo, Brasil

Vagner Mancini sabe.

Ele será o foco depois do jogo de domingo, em Itaquera.

Seja qual for o resultado.

O treinador é o homem que decidirá quem colocará em campo contra o Novorizontino. Partida que pode eliminar o Palmeiras do Campeonato Paulista. Basta uma derrota corintiana e acabou para seu maior rival no Estadual de 2021.

Não haverá a chance de os clubes se encontrarem na sequência da competição. Acabará o risco de perder o título para o Palmeiras.

Independente do que o time de Abel Ferreira faça contra a Ponte Preta, em Campinas.

A postura do presidente Duilio Monteiro Alves é clara. Mancini escala quem desejar.

E ele tem a desculpa perfeita para colocar seu time reserva.

A partida das quartas de final já está definida. Será na terça-feira, contra a Inter de Limeira. Vale um vaga na semifinal do Paulista. E quinta-feira, terá pela frente o Peñarol, no Uruguai. Uma derrota significa a eliminação da competição internacional.

A pressão já começou logo após a vitória diante do Huancayo, por 3 a 0, e o técnico fugiu da resposta sobre o tema.

"Domingo temos um jogo extremamente importante. Queremos a vitória, o Corinthians vive de vitórias", falou, sem responder, sem se posicionar.

Na melhor fase desde que foi contratado, Luan não deverá jogar contra o Novorizontino

Na melhor fase desde que foi contratado, Luan não deverá jogar contra o Novorizontino

Rodrigo Coca/Corinthians

O único benefício da vitória seria o Corinthians terminar a fase de classificação do Paulista em segundo lugar, ultrapassando o Red Bull Bragantino. Até mesmo um empate serviria.

A postura da diretoria do Palmeiras é não cobrar vitória do Corinthians. Muito pelo contrário, os dirigentes sabem que estão nesta posição por ter não ter priorizado o 'Paulistinha', como já chamou o torneio, o presidente Mauricio Galiotte.

"O Palmeiras sempre planejou o Paulistão como um período de pré-temporada. Tem ajustes no time, reforços, tudo já planilhado, tudo no orçamento. Há um alinhamento com comissão técnica e diretoria", define Galiotte.

Abel Ferreira já disse que se fosse preciso, colocaria o sub-17 do Palmeiras no Paulista.

Por outro lado, Mancini tem de pensar na própria carreira.

Ele já treinou o Santos e o São Paulo antes de assumir o Corinthians. Se colocar uma equipe extremamente frágil no domingo e o Novorizontivo vencer, pode estar fechando de vez as portas para trabalhar um dia no Palmeiras.

Assim também como se colocar uma equipe forte, vencer e os jogadores, desgastados, perderem para a Inter de Limeira ou o Peñarol, ou acabar perdendo o título paulista para o Palmeiras, ele será muito cobrado no Parque São Jorge.

Sua situação não é nada confortável.

Conselheiros que garantiram a eleição de Duílio Monteiro Alves asseguram ao blog.

O Corinthians tentará ganhar, mas com seus reservas, no domingo.

A prioridade será o time estar o mais forte possível nas quartas de final e no Uruguai.

Dizem que foi o Palmeiras quem se colocou nesta desconfortável situação.

Depender do maior rival de sua história...

Santos corre risco em 2021: Times grandes que já caíram no estadual

Últimas