Cosme Rímoli 'Lixo'. 'À sombra de Pelé'. Infantilizado, Neymar é ridicularizado

'Lixo'. 'À sombra de Pelé'. Infantilizado, Neymar é ridicularizado

Em vez de comemorar a conquista da Supercopa da França, com gol seu, provoca Álvaro González. Polêmica com jogador irrelevante. Age como um menino de 29 anos

  • Cosme Rímoli | Do R7

Neymar perde prestígio e credibilidade com um jogador irrelevante como Álvaro González

Neymar perde prestígio e credibilidade com um jogador irrelevante como Álvaro González

Julien de Rosa/EFE

São Paulo, Brasil

Daqui 22 dias, Neymar completará 29 anos.

Mas continua agindo de forma infantilizada.

Cultivando antipatia.

Mesmo quando a circunstância é vitoriosa.

Ele conquistou ontem seu 31º título.

O nono pelo PSG.

Com protagonismo.

Saiu da reserva, entrou no segundo tempo e fez o gol da vitória na decisão da Supercopa da França, contra o Olympique de Marseille. 

Vitória por 2 a 1.

Em vez de comemorar, capitalizar os elogios pela seriedade com que jogou, na sua primeira partida sob o comando do argentino Mauricio Pochettino, o brasileiro tratou de provocar Álvaro González, jogador espanhol com quem se desentendeu no dia 13 de setembro do ano passado, pelo Campeonato Francês.

Acusou o defensor do Olympique de tê-lo chamado de 'macaco'.

Álvaro rebateu dizendo que Neymar o xingou de 'puta via...

A Federação Francesa decidiu não punir nenhum dos dois.

Neymar, vitorioso, decidiu se vangloriar.

Neymar foi chamado de 'lixo' e de 'viver à sombra de Pelé'. Ofensas divulgadas pelo mundo

Neymar foi chamado de 'lixo' e de 'viver à sombra de Pelé'. Ofensas divulgadas pelo mundo

Reprodução/Twitter

Na legenda de uma foto, nas redes sociais, ele perguntou, depois de mostrar a medalha da conquista de ontem. "Roi, Álvaro, né?"

A resposta veio imediata.

"Meus pais sempre me ensinaram a tirar o lixo."

A resposta do brasileiro, seguiu, neste lastimável 'diálogo'.

"Mas não te ensinaram a ganhar título."

González postou uma foto de Pelé.

E escreveu: "Vive à sombra do Rei."

Neymar deu sua derradeira resposta.

Mostrando o quanto é desprovido de humildade.

"E você, na minha (sombra)."

"Te fiz famoso... Fenômeno..."

Álvaro González tem 31 anos.

Começou no Racing Santander B, passou pelo Racing Santander principal, depois foi para o Zaragoza, Espanyol, Villarreal, foi emprestado e depois comprado pelo Olympique de Marseille.

Só tem uma partida na seleção sub-21 da Espanha.

É irrelevante no futebol mundial.

Álvaro González é um jogador irrelevante no contexto mundial. Neymar o fez famoso

Álvaro González é um jogador irrelevante no contexto mundial. Neymar o fez famoso

Reprodução/Twitter

Neymar é o jogador mais caro do planeta.

Está ao lado de Cristiano Ronaldo e Messi entre os mais midiáticos.

Seu talento é excepcional.

Mas faz questão de se desgastar com um atleta comum.

Cercado de seus 'parças', amigos que, de acordo com o jornal Mundo Deportivo, paga 11 mil euros, cerca de R$ 71 mensais. Neymar segue agindo como um garoto.

"Mimado", reafirma seu pai e empresário, Neymar da Silva.

É essa imagem que o mundo tem do brasileiro.

Mal acabou de ser criticado pelo réveillon em plena pandemia, agora se desgasta, é comparado a 'lixo' e mais um jogador brasileiro que 'vive à sombra de Pelé'.

Tite quer fazer de Neymar o capitão da seleção na Copa de 2022. Técnico o vê 'amadurecido'

Tite quer fazer de Neymar o capitão da seleção na Copa de 2022. Técnico o vê 'amadurecido'

CBF

Bobagens de um jogador irrelevante.

Mas que o mundo todo divulga.

E assim segue a carreira de Neymar.

Excelente quando quer apenas jogar futebol.

Mas infantilizado fora dos gramados.

Fazendo e expondo suas intermináveis farras.

Se expondo diante de qualquer provocação.

Sem credibilidade, não será jamais o melhor do mundo.

Esse é o homem que Tite quer fazer capitão em 2022...

Que prejuízo! Manobrista destrói Ferrari de R$ 1,9 milhão de goleiro

Últimas