Flamengo

Cosme Rímoli João de Deus tem o apoio dos jogadores, se Jesus for embora

João de Deus tem o apoio dos jogadores, se Jesus for embora

Clube já estuda nomes para substituir Jorge Jesus, caso ele decida voltar para Portugal. Seu auxiliar manteria a mesma filosofia. Mas há concorrência

  • Cosme Rímoli | Do R7

São Paulo, Brasil

O Flamengo já pode ter o substituto de Jorge Jesus.

Ele inclusive tem contrato com o clube.

Seu nome, João Carlos Pires de Deus.

Auxiliar de Jesus há dois anos, ele é próximo do técnico há cinco, quando comandava o Sporting B. Não só seguia as ideias, como sugeria estratégia, mudanças táticas a Jorge, comandante do time principal.

Os dois passaram a trabalhar juntos no Al-Hilal, em 2018.

Seguem pela mesma escola.

Ambos são formados preparadores físicos e defendem o futebol intenso, vibrante, de posse de bola, domínio do adversário.

João de Deus tem 43 anos. 

Mas trabalhou como técnico por dez anos, até passar a auxiliar Jesus.

Ele comandou desde a Seleção de Cabo Verde, passando por times pequenos portugueses, como Gil Vicente, Nacional da Ilha da Madeira;  Celta na Espanha; NorthEast, da Índia; Ermis Aradippou, de Chipre.

Os jogadores do Flamengo têm muita proximidade com João de Deus. Desde que chegou, Jorge Jesus deu liberdade ao auxiliar para trabalhar próximo e cobrar dos atletas nos treinamentos.

Há enorme afinidade entre Jesus e João de Deus. A diretoria do Flamengo sabe

Há enorme afinidade entre Jesus e João de Deus. A diretoria do Flamengo sabe

Reprodução Twitter

Nas substituições, João de Deus costuma orientar os atletas, seguindo as determinações combinadas com Jesus.

O treinador campeão da Libertadores tem plena confiança no seu auxiliar.

E, se confirmada a despedida de Jesus, depois da final de hoje, contra o Fluminense, cresce o lobby pelo auxiliar.

Até mesmo indicado por Jesus, para seguir exatamente o que havia planejado com o atual elenco do Flamengo.

Ele tem o apoio garantido dos jogadores.

Principalmente os mais experientes.

Mas João de Deus tem concorrente.

Marco Silva. Desde 2011 como treinador principal, já esteve à frente do Estoril, Sporting, Olimpiakos, Hull City, Watford, Everton.

Também tem 43 anos. Tem como marca registrada, a intensidade, vibração e ofensividade dos seus times.

Está desempregado.

Renato Gaúcho sempre foi objeto de desejo na Gávea.

Só que ele tem contrato com o Grêmio até o final do ano.

Todo o projeto do clube gaúcho, para a tentativa de reconquista da Libertadores foi feito por ele.

Sua saída, no meio da temporada, é algo muito difícil.

E Renato já despertou mais empolgação, no passado.

A derrota por 5 a 0 do Grêmio para o Flamengo, ainda pesa contra Renato

A derrota por 5 a 0 do Grêmio para o Flamengo, ainda pesa contra Renato

Reprodução Twitter

Depois da facilidade com que o Flamengo eliminou o Grêmio na Libertadores de 2019, inclusive com goleada por 5 a 0, a confiança nele foi abalada.

Desde que o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, postou no twitter, que iria 'dormir tranquilo', diante do assédio do Benfica a Jorge Jesus, há 13 dias, tudo mudou.

E inclusive ele trabalha para a eventual troca de treinador.

A análise do substituto de Jorge Jesus já acontece há mais de dez dias.

Por enquanto os portugueses João de Deus e Marco Silva estão na frente.

Por enquanto...

Adriano responde críticas por deixar festa carregado com fotos da família

Últimas