Cosme Rímoli Guerreiro, sem estrelas, como em 2017. O perfil do Corinthians de 2019

Guerreiro, sem estrelas, como em 2017. O perfil do Corinthians de 2019

Carille teve restrições financeiras na busca de reforços. Optou por jogadores aplicados,  vibrantes e obedientes. Como o campeão de 2017

Ramiro, Corinthians, Carille, 2019, Andrés Sanchez

O time competitivo, sem estrelas, de 2017. Modelo para 2019, com Carille

O time competitivo, sem estrelas, de 2017. Modelo para 2019, com Carille

Agência Corinthians

São Paulo, Brasil

Na conversa final entre Andrés Sanchez e Paulo Pitombeira, agente de Fábio Carille, o presidente corintiano prometeu que o time seria muito reforçado para 2019. E que o treinador já fizesse a lista de atletas que o interessava.

Mas cujas contratrações não fossem caras. E que pensasse em quem não queria mais contar no elenco, para servir para amortizar o dinheiro gasto com jogadores.

Carille detectou que o time precisa de atletas vividos e com personalidade. 

E dentro de patamar factível, mesmo com o clube estando emaranhado em dívidas com o Itaquerão, a busca de reforços é insana. Tudo para não correr o risco deste ano, quando o Corinthians, campeão paulista, namorou o rebaixamento no Brasileiro.

Há muito tempo o departamento de futebol do Corinthians não trabalhava tanto.

Inúmeras tratativas estão acontecendo. 

Para a formação da nova equipe competitiva, com perfil semelhante ao de 2017, Carille já tem quatro atletas muito bem encaminhados.

O volante Richard, o lateral-direito Michel Macedo e os atacantes Gustavo e André Luís estão garantidos.

O perfil brigador, vibrante que Carille deseja está próximo de ter três novos nomes.

O meio-campista Ramiro do Grêmio adorou a oferta do Corinthians. Tanto que antecipou sua volta dos Estados Unidos para fechar contrato. Seu empresário Giuliano Bertolucci foi procurado por Andrés. E como ele tem 50% dos direitos do atleta, o jogador 20%, um grupo de investidores, 10% e o Grêmio só 20%, a transação está facilitada.

Ramiro tem tudo o que Carille deseja: vibração, obediência e visão de jogo

Ramiro tem tudo o que Carille deseja: vibração, obediência e visão de jogo

Grêmio

Renato Gaúcho não está colocando entraves.

Ramiro não foi bem em 2018 como em 2017.

Sofreu várias lesões.

Por isso, a liberação deverá acontecer nas próximas horas.

Ramiro tem 25 anos e pode atuar como meia ou volante.

O Fluminense, que já cedeu Richard, também aceitou repassar o equatoriano Junior Sornoza.

Meia de drible curto, com ótima visão de jogo, especialista em contragolpes, com infiltrações e lançamentos precisos, o atleta de 24 anos está sendo trocado por Marquinhos Gabriel. O clube carioca exige também o lateral-esquerdo Moisés, que foi muito bem atuando, por empréstimo, no Botafogo.

As negociações estão muito avançadas, e Sornoza também quer jogar no clube paulista em 2019.

Veja mais: Corinthians negocia a contratação do meio-campista Ramiro, do Grêmio

O mesmo acontece com o meia-atacante Luan, de 28 anos, do Atlético Mineiro. O Corinthians oferece o atacante Clayson pelo competitivo jogador atleticano. O clube mineiro quer ainda uma compensação financeira. Andrés quer, como gosta de dizer, "pau a pau". Ou seja, um pelo outro.

O zagueiro Leandro Castán segue insistindo com o presidente do Vasco, Alexandre Campello. Disse com todas as letras que deseja sair do clube e jogar no Corinthians. Quando o jogador foi contratado, houve um acordo de que haveria uma análise no final desta temporada. Se o Vasco quisesse liberá-lo, ele sairia sem multa. E o mesmo valeria para o zagueiro de 32 anos. 

Só que o acordo teria sido verbal e o Vasco não quer liberá-lo de graça.

O Corinthians pode envolver o zagueiro Pedro Henrique na transação.

O equatoriano Sornoza já disse que deseja jogar no Corinthians. Acerto próximo

O equatoriano Sornoza já disse que deseja jogar no Corinthians. Acerto próximo

Fluminense

Com autorização de Carille.

Andrés ainda sonha com uma estrela.

E está entre os vários clubes que desejam Diego Tardelli: Atlético Mineiro, Flamengo, Internacional estão entre os que o cobiçam. Mas para falta de sorte dos brasileiros, equipes chinesas também se mostram interessadas. A concorrência fica muito mais difícil.

Veja mais: Corinthians tenta a contratação do atacante Luan, do Atlético-MG

Dirigentes corintianos não acreditam que o paraguaio Romero esteja negociando com o Internacional. Para eles, esse vazamento de notícia, é apenas uma maneira de o jogador conseguir uma ótima renovação de contrato no Parque São Jorge.

Ainda mais com a volta de Carille.

Veja mais: Vasco e Castán não chegam a acordo em reunião; novo encontro até quarta

Os dois se amam.

A melhor fase na carreira de Romero foi com o técnico que o Corinthians trará de volta da Arábia.

E que já monta um time brigador, competitivo, tático.

Usando o modelo de 2017.

Ano que o Corinthians foi campeão deste país...

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Descanso merecido! Veja as férias dos jogadores de futebol do Brasil