Flamengo já tem o substituto de Rafinha. Isla, por dois anos e meio

Lateral chileno, de 32 anos, foi aprovado nos exames médicos.Líder, vigoroso na marcação,versátil.Clube tenta, mas não está fácil fechar com Guga

Isla queria contrato de dois anos. Flamengo foi duro e impôs dois anos e meio

Isla queria contrato de dois anos. Flamengo foi duro e impôs dois anos e meio

Conmebol

São Paulo, Brasil

A direção do Flamengo aprendeu com Rafinha.

E foi mais firme com Isla.

O lateral chileno queria um contrato de dois anos.

Se encerrando em agosto de 2022.

Mas o vice Marcos Braz e o diretor Bruno Spindel foram firmes.

Exigiram que o compromisso terminasse em dezembro de 2022.

A mudança é signficativa.

Isla teve de se adaptar ao calendário brasileiro.

Se o contrato vencesse em agosto, ele poderia negociar com uma equipe europeia, em início de temporada.

Mas não disputaria, por exemplo, o Brasileiro de 2022 até o final. Nem disputaria uma eventual chegada do clube carioca ao Mundial.

A contratação está efetivada.

O jogador se submeteu a dois dias intensos de exames médicos, em Valencia. E eles já foram aprovados no Flamengo.

O lateral de 32 anos tem um estilo parecido com o de Rafinha.

Dono de muita versatilidade, resistência e força, ele apoia muito, mas não é artilheiro. Cruza com perfeição.

E tem grande espírito de liderança.

Domènec Torrent deu sua aprovação.

Mas o nome de Isla fazia parte de uma lista de atletas importantes, sem contrato, que o Flamengo acompanhava.

Isla fez questão de mostrar sua forma física, aos 32 anos. No Instagram.

Isla fez questão de mostrar sua forma física, aos 32 anos. No Instagram.

Reprodução Instagram

Ou seja, a escolha tem muito critério.

Não é simplesmente um jogador 'empurrado' por empresários.

O clube deve anunciar a contratação nas próximas horas.

E a negociação para trazer também Guga, do Atlético , segue travada.

O clube mineiro quer 5 milhões de euros, cerca de R$ 32 milhões.

E quer o pagamento à vista.

Ou no máximo em cinco parcelas.

O Flamengo quer mais tempo para pagar.

Fora a vontade de Jorge Sampaoli, de não reforçar um rival.

O mesmo clube que convenceu Bruno Henrique a ir embora do Santos, quando ele era treinador.

A negociação está muito complicada...

Neymar repete moicano e põe PSG na final da Champions. Veja as fotos