Cosme Rímoli Flamengo coloca em prática seu planejamento. Filipe Luís assume o sub-17. Tem dois anos para aprender. Para substituir Tite

Flamengo coloca em prática seu planejamento. Filipe Luís assume o sub-17. Tem dois anos para aprender. Para substituir Tite

Filipe Luís virou as costas, sorrindo, ao cargo de coordenador da Seleção. Ele já tinha articulado com a direção do Flamengo investir, com todas as forças, como técnico. O plano é, daqui a dois anos, ficar no lugar de Tite

  • Cosme Rímoli | Do R7

Filipe Luís terá livre acesso, nos próximos dois anos, a todo trabalho de Tite. A quem sonha substituir

Filipe Luís terá livre acesso, nos próximos dois anos, a todo trabalho de Tite. A quem sonha substituir

CBF

São Paulo, Brasil

Tite tem 62 anos.

Apesar dos fracassos com a Seleção Brasileira, que sabotaram a chance de ele assumir um clube grande europeu, o sonho não morreu.

Ele sabe que está comandando o clube de maior torcida do país. Do maior orçamento. Do melhor elenco. E que disputará competições importantíssimas.

Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores e em 2025, no último ano de seu contrato, o Mundial de Clubes.

Se o clube carioca que, pelo seu planejamento, pensa em se reforçar o quanto puder para vencer o Mundial e engrenar de vez o projeto do seu estádio, Tite estará no centro dos holofotes, sem a necessidade da Seleção Brasileira.

E se surgir um clube europeu, ele não pensará duas vezes para realizar seu sonho.

Irá embora da Gávea.

Pensando de forma prática, a direção do Flamengo deu o primeiro passo hoje para substituir Tite.

Desvendando de vez o mistério que fez Filipe Luís não assumir a coordenação da Seleção Brasileira, como o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, tanto queria.

O ex-lateral esquerdo assumiu o time sub-17 do Flamengo.

Por sua personalidade forte, agregadora e visão tática diferenciada, Filipe Luís tem todas as possibilidades de aproveitar ao máximo esses dois anos, na prática.

Além de estar no seu planejamento de vida, fazer os cursos que forem necessários para estar preparado e daqui a dois anos, estar pronto para assumir o Flamengo principal.

O plano é mais do que ousado.

Mas foi articulado desde os últimos anos de carreira, quando não conseguia ser o mesmo jogador de excelente marcação, vibração e apoios certeiros.

Em conversas constantes com a direção do clube, ele recebeu a proposta que, quando se aposentasse, o caminho estaria aberto na Gávea.

Ele assumirá o cargo, para valer, na próxima segunda-feira.

A direção flamenguista está tentando criar o seu próprio grande treinador.

Filipe Luís terá 40 anos em 2025.

Terá dois anos de amadurecimento como técnico.

E se tudo correr como a direção sonha, Tite terá seu substituto.

Filipe Luís está empolgadíssimo.

Por isso negou a coordenação da Seleção com um sorriso no rosto.

Seu caminho pessoal é muito mais importante do que o cargo que foi oferecido.

Ele tem a plena consciência de que seria simbólico.

Sem poder prático.

Agora, treinar o Flamengo, não...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas