Cosme Rímoli 'Falaram que eu ia ser preso. Estou esperando as algemas.' Andrés Sanchez

'Falaram que eu ia ser preso. Estou esperando as algemas.' Andrés Sanchez

Andrés assume que errou em contratações. Mas não aceita comparar o Corinthians com o Cruzeiro. 'Lá foi roubo.' E revela que Ronaldo jogou com 107 quilos com a camisa do clube

  • Cosme Rímoli | Do R7

Sanchez ficou conhecido nacionalmente depois de mandatos como presidente do Corinthians

Sanchez ficou conhecido nacionalmente depois de mandatos como presidente do Corinthians

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

"Corinthians não vai 'Cruzeirar'. Não. O Cruzeiro foi um escândalo, foi um roubo."

"O Cruzeiro não foi má gestão, não foi negócio errado. O Cruzeiro foi um roubo. Então é diferente."

"É diferente você pegar flagrando que roubou uma coisa e você ter errado uma contratação aqui ou lá."

"Você contrata o Luan, todo mundo elogia. Aí não dá certo, o presidente é incompetente, é uma merda, tem esquema com empresário."

"É difícil, eu estou de saco cheio disso."

O ex-presidente do Corinthians, e ex-deputado federal do Partido dos Trabalhadores, Andrés Sanchez, deu entrevista ao canal Inteligência S/A, no Youtube.

E desafiou.

"Falaram que eu ia ser preso, que ia ser pego na Lava-Jato, que não sei o que, mas eu tô aí. Falaram que eu ia ser preso por causa da Odebrecht. Cadê o escândalo do estádio?"

"Fui depor mais de vinte vezes. Estou aí."

"Esperando as algemas. Estou aí..."

E, em um ambiente descontraído, ele fez várias revelações.

'Ronaldo estava com 107 quilos e a imprensa falava que tinha 97', ironiza Andrés Sanchez

'Ronaldo estava com 107 quilos e a imprensa falava que tinha 97', ironiza Andrés Sanchez

Reprodução/Twitter

"Ronaldo estava com 107 quilos, e a imprensa falava que ele estava gordo, com 97. O Ronaldo estava com 106,930 quilos no gol contra o Santos."

"Quem me arrependo de ter liberado pra contratar, porque todos são indicados pelo técnico e pelo Cifut, foi o Defederico. Tomou 5 milhões de dólares do Corinthians, pqp..."

"Mas, o treinador pediu, e era o Carille e o Mano, que também quis. Foi pro baralho, jogatina, viu que no Brasil tem mulata e também tem loira... Se empolgou no Brasil. Defederico se perdeu."

" (Carille) Ele não reconhece, mas o Carille só é o que é por minha causa. Roberto tinha contratado o Rueda, só faltava assinar. Foi uma das únicas brigas que tive com o Roberto, para deixar o Carille."

"(Romero) Jogador tem um ano de contrato e fala 'eu não vou renovar'. Eu vou fazer o quê, bater nele? Foi o que eu fiz com o Romero: afastei ele. Ficou seis meses sem jogar. Fui criticado, mas está bom, eu não quero pôr ele pra jogar. É coisa de diretoria, não é o treinador. É um direito que eu tenho."

"Ele não quis renovar, oferecemos o segundo maior salário do Corinthians pra ele, e ele não quis renovar. Ele queria sair livre, ou revender o passe, como o Guerrero. Por exemplo: 'quanto vale o passe? 10 milhões? Me dá 5 e eu fico'. É a recompra que fala, ou você aceita ou não aceita. É CLT."

Confira os jogadores mais bem pagos do mundo em 2021

Últimas