Cosme Rímoli Corinthians brincou com a sorte. E pode perder Jemerson

Corinthians brincou com a sorte. E pode perder Jemerson

O zagueiro ficará livre em junho. Atlético Mineiro e Porto são os clubes que o querem. A diretoria do Corinthians não gastará 'fortunas' para ter o jogador

  • Cosme Rímoli | Do R7

Jemerson comemora o primeiro gol contra a Inter de Limeira, ontem

Jemerson comemora o primeiro gol contra a Inter de Limeira, ontem

Rodrigo Coca/Corinthians

São Paulo, Brasil

80 mil euros.

R$ 507 mil.

Até junho deste ano.

Esse foi o acordo salarial que Jemerson fez com o Corinthians, ao deixar o Monaco, em novembro de 2020.

O zagueiro de 28 anos foi bem claro.

A partir de julho, tudo seria muito diferente.

Se os dirigentes do Parque São Jorge quisessem que ele seguisse, que se preparasse. Iria pedir um substancial aumento para assinar novo contrato.

Digno de atleta importante na Europa.

Situação que o Corinthians não pode assumir. Suas dívidas beiram o R$ 1 bilhão. E a diretoria de Duilio Monteiro Alves nem pensa em pagar salários de cerca de R$ 800 mil e nem assinar um contrato muito longo, como esperam os dirigentes.

"Na posição do Jemerson temos outros cinco centrais, de defesa, caso ele não fique conosco, não tem que repor ninguém", disse o ex-presidente e hoje diretor de futebol, Roberto de Andrade, prevendo que o zagueiro fará uma pedida muito alta.

O erro foi no ano passado, quando o ex-presidente Andrés Sanchez não conseguiu convencer Jemerson a assinar contrato longo com o Corinthians.

O defensor, que cada vez ganha mais espaço no grupo de Vagner Mancini, não está tenso, preocupado. Pelo contrário. Ele sabe que poderá ganhar o que deseja. Mas longe do Parque São Jorge.

"O Jemerson é um grande zagueiro, que tem uma idade muito boa, tem 28 anos. Hoje, ele é um jogador do Corinthians. Acredito que a preferência seja do Corinthians, para renovar. Não sei se o fará.

"Tem também a janela agora no meio do ano, que a gente tem que esperar para ver como vai ser a procura de clube europeu por ele", disse o presidente do Atlético Mineiro, Sergio Coelho.

Ele sabe que há o interesse vivo do Porto pelo zagueiro.

Além da vontade de Jemerson, que jogou pelo Atlético Mineiro, voltar ao futebol europeu.

"Enquanto eu estiver aqui e com contrato, vou fazer de tudo para representar o Corinthians em campo", disse o zagueiro ontem, após marcar dois gols contra a Inter de Limeira, nas quartas-de-final do Paulista. 

Jemerson já passou pela Seleção Brasileira. E faz parte dos jogadores observados por Tite

Jemerson já passou pela Seleção Brasileira. E faz parte dos jogadores observados por Tite

CBF

Jemerson não quis se comprometer publicamente que ficará no Parque São Jorge.

Ele será dono dos seus direitos a partir de junho.

O clube que o contratá-lo terá de pagar apenas seus salários.

A situação chega a ser constrangedora.

Porque Jemerson está jogando cada vez melhor no Corinthians.

Mas a diretoria e o próprio técnico Vagner Mancini sabem.

O erro aconteceu no ano passado.

Agora, Jemerson tem tudo nas mãos para ir embora.

Os clubes de todo o Brasil e vários do Exterior sabem quando Jemerson estará livre.

O Corinthians brincou com a sorte.

E está perto de perder o excelente zagueiro.

O melhor de seu elenco...

De Dudu a Xavi: relembre craques que estão no futebol árabe

Últimas