Cosme Rímoli Bilionário consegue demissão de executivo do Cruzeiro e quer Alexandre Mattos

Bilionário consegue demissão de executivo do Cruzeiro e quer Alexandre Mattos

O dono da cadeia de supermercados BH, Pedro Lourenço, pressionou pela demissão de Rodrigo Pastana. Conseguiu. O desejo é ter de volta Alexandre Mattos. Outra exigência com sucesso: salários no Cruzeiro não atrasarão mais

  • Cosme Rímoli | Do R7

Alexandre Mattos é o preferido do bilionário Lourenço. Mas a contratação não é fácil

Alexandre Mattos é o preferido do bilionário Lourenço. Mas a contratação não é fácil

Pedro Souza/Atlético

São Paulo, Brasil

O mecenas Pedro Lourenço mostrou sua força.

Foi muito claro.

Se o executivo de futebol Rodrigo Pastana não fosse demitido, ele deixaria de ajudar financeiramente o Cruzeiro.

Lourenço não aceitava o trabalho de Pastana e se revoltou pela falta de atitude diante dos atrasos de salários dos jogadores e funcionários.

Além disso, o bilionário quer uma mudança profunda na mentalidade do clube. Em vez de ficar valorizando os acessos de Pastana, clubes que ele tirou da Série B e levou para a A, como Grêmio Barueri (2011), Criciúma (2012), Figueirense (2013), Guarani (2016), Paraná Clube (2017) e Coritiba (2019), Lourenço quer bem mais.

Já conseguiu hoje a demissão de Pastana.

O segundo passo não depende só do presidente Sérgio Rodrigues.

Ele quer a volta de Alexandre Mattos, tetracampeão brasileiro, entre outros vários títulos.

O ex-executivo do Palmeiras está envolvido em cursos nos Estados Unidos.

Se ele não aceitar, Vanderlei Luxemburgo indicou outro nome.

André Souza, ex-gerente de futebol do Vasco. Paulo Pelaipe, que passou pelo Flamengo, e está hoje no Botafogo de Ribeirão Preto, é a terceira opção.

Mas Pedro Lourenço conseguiu o que queria.

A demissão de Pastana.

E a promessa de Sérgio Rodrigues.

Os salários não vão atrasar mais no Cruzeiro em 2021...

Fim de semana das zebras pelo mundo! Veja 7 destaques

Últimas