A vingança de Abel. Por traição: quer prêmio da Libertadores e Brasileiro

Treinador só ficou a primeira fase da Libertadores e seis partidas no Brasileiro. Mas quer sua parte da premiação paga pelo Flamengo. Por traição

Abel ganhou a Florida Cup e Carioca. Mas quer receber pela Libertadores e Brasileiro

Abel ganhou a Florida Cup e Carioca. Mas quer receber pela Libertadores e Brasileiro

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

Um precedente discutível.

Mas que pode fazer com que os clubes tenham mais responsabilidade na hora de contratar seus técnicos.

Abel Braga já tem tudo definido com advogados.

Ele quer sua parte pelos títulos do Brasileiro e da Libertadores.

O comando na primeira fase da Libertadores foi seu.

Assim como nos seis primeiros jogos do Brasileiro.

O treinador quer o valor proporcional.

Com ele, o clube venceu a Florida Cup e Carioca.

Mas o time estava jogando mal tanto na Libertadores quanto no Brasileiro.

A diretoria do Flamengo está revoltada.

Porque normalmente o técnico que comanda a maior parte do trabalho, do meio para o final dos torneios, é quem normalmente recebe a premiação. E de forma integral.

Um advogado veterano de um clube grande brasileiro confirma ao blog.

Ele pode não só ter êxito.

Como abrir um precedente significativo.

"O Abel poderá reverter velho costume no futebol brasileiro. E a justiça comum pode acatar o seu pedido. Afinal, com pequena ou grande parcela, ele comandou o Flamengo em dois campeonatos que o clube conquistou.

"Mas se ele vencer, será uma bagunça no futuro. Porque os clubes passarão a pagar para todos os técnicos que trabalharam durante uma temporada vitoriosa.

"Vou dar um exemplo. O técnico vai mal no início da Libertadores, o clube coloca um interino, ele fica, digamos, seis jogos. E chega um outro que vai muito bem e conquista o título. 

"Essa equipe, com o precedente aberto por Abel, terá de dividir a premiação entre três treinadores. O que conquistou efetivamente o título aceitará?

"Abel mexerá em um vespeiro para os clubes..."

O irônico é que o treinador aceita até não receber em dia no Vasco, seu atual clube.

Ninguém da direção do Flamengo esperava essa postura de Abel Braga.

Mas o técnico segue muito magoado como foi dispensado e, de acordo com ele, traído pelos dirigentes rubros-negros.

O treinador tem certeza absoluta que Jorge Jesus foi contratado quando ainda era o comandante do Flamengo.

Daí, sua vingança legal...

Longe dos gramados, jogadores brasileiros curtem merecidas férias