Cosme Rímoli A Seleção inocentou Neymar. Ninguém acredita em Najila

A Seleção inocentou Neymar. Ninguém acredita em Najila

A cúpula da CBF, a Comissão Técnica e os jogadores acompanharam a falta de provas nas acusações de Najila. Neymar poderá voltar até a ser capitão

Neymar, estupro, concentração, Brasil, Copa América, Neymar capitão

Neymar é visto como 'vítima'. Voltará com mais moral ainda, em setembro

Neymar é visto como 'vítima'. Voltará com mais moral ainda, em setembro

Mowa Press

Porto Alegre, Brasil

O escândalo envolvendo Neymar é um assunto morto, resolvido.

E que não terá consequência para o jogador.

Pelo menos na Seleção Brasileira.

O presidente Rogério Caboclo, o coordenador Edu Gaspar, Tite e os jogadores compraram a tese do jogador, que ele não estuprou e nem agrediu Najila Trindade.

Na visita que o jogador fez ao grupo, no sábado, dia do confronto contra o Peru, ele estava muito mais aliviado do que quando foi cortado, no dia 6 de junho, logo após o amistoso contra o Qatar.

Àquela altura, ele tinha de depor na Sexta Delegacia de Defesa da Mulher. 

E também no Rio de Janeiro. Poderia ser condenado por crime virtual.

Najila garantia ter um vídeo de sete minutos que incriminaria o jogador, o mostraria agressivo. 

Só que Neymar conseguiu conseguiu transformar o cenário. 

Já ha a certeza de que ele não será punido.

Najila está no quarto advogado. 

Não mostrou vídeo algum.

Disse que perdeu o celular onde havia gravado o vídeo. 

E ainda teve arrombado o seu apartamento e levado o ipad com uma cópia do tal vídeo.

Local do qual está ameaçada de despejo, com dívida assumida de R$ 26 mil.

Os jogadores acompanham todas as notícias sobre o caso pela Internet.

Só está combinado com Tite não mais tocarem no assunto.

Neymar segue trocando mensagens de whatsapp com o time.

A falta de provas para as acusações de Najila trouxe alívio à Seleção

A falta de provas para as acusações de Najila trouxe alívio à Seleção

Reprodução/Record TV

Principalmente para seu amigo, Daniel Alves.

Não há dúvida para os atletas.

Para o treinador.

Para o coordenador.

E para o presidente da CBF.

Neymar é inocente.

E será convocado para os amistosos contra Colômbia e Peru, nos Estados Unidos.

Podendo até recuperar a tarja de capitão...