Cosme Rímoli 22 horas de voo à toa. Contundido. Neymar é cortado

22 horas de voo à toa. Contundido. Neymar é cortado

Jogador mais caro do mundo estava contundido, PSG avisou. Mas dependência de Tite obrigou Neymar vir ao Brasil. À toa. Agora, volta à França

  • Cosme Rímoli | Do R7

Neymar. Veio, mostrou que está contundido. E agora volta para Paris

Neymar. Veio, mostrou que está contundido. E agora volta para Paris

CBF

São Paulo, Brasil

Neymar tem uma uma lesão no músculo adutor da perna esquerda.

Ele se contundiu no dia 28 de outubro, contra o contra o Istambul Basaksehir, pela Champions.

Ficou 24 minutos em uma partida que o time francês precisava vencer,

Foi cortado ontem, no final da noite.

O técnico Thomas Tuchel avisou, há nove dias.

"O certo seria Neymar não atuar na próxima data-Fifa."

Ele se referia aos jogos de hoje, contra a Venezuela, e de terça-feira, contra o Uruguai, em Montevidéu.

O departamento médico da CBF entrou em contato com o do PSG.

Havia a dúvida do tempo de recuperação da lesão.

Mas Tite não abriu mão da convocação do jogador.

Segue dependente, acreditando que nestas facílimas Eliminatórias Sul-Americanas, ele é imprescindível.

Mas aconselhado pelos médicos e seguindo o mínimo de bom senso, tomou duas decisões.

A primeira, avisar que Neymar não jogaria contra a Venezuela. Ficaria poupado para o jogo contra o Uruguai.

E a segunda,convocar Pedro.

Há uma semana.

O atacante do PSG viajou, contundido.

Da França para o Brasil chegou à concentração da Seleção, há quatro dias.

O que fez? 

Neymar chorando, contundido. O PSG avisou. Mas ele teve de vir, à toa

Neymar chorando, contundido. O PSG avisou. Mas ele teve de vir, à toa

Reprodução/Twitter

Basicamente, sessões de fisioterapia.

E ontem, ao chegar em São Paulo, com a Seleção, para o jogo de hoje, contra a Venezuela, o jogador se submeteu a novos exames.

E eles constataram que ele não terá condições de enfrentar o Uruguai.

Foi cortado.

Dispensado da Seleção.

São 11 horas de voo entre Paris e São Paulo.

Mais 11 horas de São Paulo para Paris.

22 horas voando, contundido.

O jogador mais caro de todos os tempos.

Por insistência de Tite.

Não é por acaso que a relação entre a CBF e clubes europeus não é boa.

Eles só cedem jogadores por imposição da Fifa, para as Eliminatórias.

E não há interesse em liberá-los antes do prazo estabelecido.

O que, muitas vezes, poderia ajudar o treinador da Seleção a entrosar a equipe.

Embora Tite siga psicologicamente dependente de Neymar, a ponto de exigir que venha ao Brasil, mesmo contundido, a realidade tem mostrado.

O treinador teve de aprender a viver sem ele.

Das 24 partidas que o Brasil fez depois da Copa do Mundo, Neymar entrou em campo em apenas 13.

45% fora dos jogos.

Contusões foram, de longe, os principais motivos.

O Brasil disputou e ganhou a Copa América, que reúne os mesmos times das Eliminatória, sem ele, em 2019.

Sem Neymar, Brasil venceu a Copa América, em 2019. Mas obsessão de Tite segue forte

Sem Neymar, Brasil venceu a Copa América, em 2019. Mas obsessão de Tite segue forte

CBF

A convocação para enfrentar os uruguaios não era imprescindível.

Eles costumam, sim, ser adversários difíceis.

E mesmo renovando sua seleção, podem complicar o jogo.

Mas o Brasil, mesmo sem Neymar, tem potencial enorme para vencer.

Até se perder, em um universo de 18 jogos para classificar quatro países na América do Sul e ainda oferecer ao quinto colocado a repescagem, não seria uma tragédia.

"O jogador se apresentou na segunda-feira e, desde então, foi submetido a um trabalho intensivo de fisioterapia.

"Ele apresentou boa evolução, mas não suficiente para que estivesse disponível para o jogo contra o Uruguai.

"Ao chegarmos em São Paulo, nós já tínhamos programado de realizar ultrassonografia para acompanharmos a resposta da sua cicatrização", explicou Rodrigo Lasmar, médico da Seleção, ao anunciar o corte.

A ordem do PSG é que Neymar volte o mais rápido possível.

Para seguir com o tratamento por lá.

E lá vai o jogador mais caro de todos os tempos de volta.

O mais importante da Seleção.

Do sonho de reconquista de Copa em 2022.

Que fez o PSG gastar 222 milhões de euros.

Em valor atual, R$ 1,4 bilhão.

A dependência de Tite tem consequências...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Neymar sofreu 15 lesões desde que chegou à Europa. Relembre todas

Últimas