Esportes Pressionado, São Paulo enfrenta o Cuiabá e quer voltar a vencer no Brasileirão

Pressionado, São Paulo enfrenta o Cuiabá e quer voltar a vencer no Brasileirão

Ainda pressionado, o São Paulo volta a campo nesta segunda-feira contra o Cuiabá com uma série de desafios. O principal deles é voltar a vencer na competição, para dar um pouco mais de tranquilidade ao técnico argentino Hernán Crespo. A partida será disputada às 20 horas (de Brasília), na Arena Pantanal, na capital do Mato Grosso, pelo encerramento da 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O torcedor que olhar com otimismo para as últimas partidas do time na competição vai dizer que já são cinco jogos de invencibilidade. Mas após a boa vitória sobre o Atlético Goianiense, o time emendou quatro empates (América-MG, Atlético-MG, Chapecoense e Santos) e não conseguiu alcançar o grupo de cima da tabela de classificação, que briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Estar na principal competição sul-americana em 2022 é uma meta da diretoria tricolor e isso já foi falado para Hernán Crespo. O treinador balançou no cargo, mas Muricy Ramalho, coordenador de futebol do clube, sustentou a sua permanência e o argentino ganhou uma sobrevida. Mas se os resultados não aparecerem logo, é possível que a direção mexa no comando da equipe.

Até por isso, a partida contra o Cuiabá é de suma importância para Hernán Crespo. Além disso, o adversário faz uma campanha melhor que a equipe paulista e soma um ponto a mais na competição (30 a 29). Então uma vitória do São Paulo deixaria um rival para trás e se afastaria um pouco mais da temida zona de rebaixamento.

Mais uma vez o problema de Hernán Crespo está na lateral direita. Sem Daniel Alves, que deixou o clube no meio do campeonato por causa de uma dívida financeira milionária, e Igor Vinícius, machucado, o treinador mais uma vez terá de improvisar no setor. O colombiano Orejuela, que está retornando de lesão e parece não contar com a confiança do chefe, não viajou com o grupo. Com isso, a tendência é que Igor Gomes seja mantido na posição.

CUIABÁ - O Cuiabá passa por um momento de instabilidade no Brasileirão. Sem vencer há quatro partidas, recebe o São Paulo e o objetivo é se distanciar da zona de rebaixamento. Com três empates e uma derrota nas últimas quatro rodadas, é o 12º colocado com 30 pontos, a quatro da degola. O problema é que o desempenho como mandante não traz boas expectativas.

Em 12 partidas realizadas na Arena Pantanal, o Cuiabá tem três vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Isso faz com que tem a terceira pior campanha em casa no Brasileirão, na frente apenas de Atlético Goianiense e Chapecoense.

Sobre o time, o técnico Jorginho vai realizar pelo menos dias alterações em relação ao que empatou com o Grêmio por 2 a 2, em Porto Alegre. O zagueiro Paulão retorna de suspensão e o lateral-esquerdo Uendel está à disposição após ser poupado.

Com o retorno de Paulão, Marllon e Alan Empereur brigam por uma vaga na defesa. Na lateral esquerda, Lucas Hernández volta para o banco de reservas. Existe ainda a possibilidade de Rafael Gava aparecer no lugar de Camilo no meio de campo.

"Creio que o São Paulo vai vir com raça e com tesão de jogar, até por conta da situação deles. Respeitamos o adversário, mas o Cuiabá está preparado para se manter em alta no campeonato. É um jogo difícil, mas não é impossível", disse o meia Max.

Últimas