Presidente do Getafe anuncia que time não vai viajar para encarar Inter em Milão

O presidente do Getafe, Ángel Torres, afirmou, nesta terça-feira, que não vai enviar a equipe espanhola para enfrentar a Internazionale, quinta-feira, em Milão, pelas oitavas de final da Liga Europa, por causa do surto de coronavírus.

"Se tivermos que perder, vamos perder", disse o dirigente. "Pedimos à UEFA que busque uma alternativa para jogar em Milão. Não queremos entrar no foco do coronavírus, não precisamos. Sob nenhuma circunstância colocaremos a saúde de nossos jogadores em risco."

Em caso de não comparecimento, a UEFA, que ainda não decidiu sobre um possível adiamento da partida, poderá punir a equipe espanhola.

A Itália é o principal foco de propagação do coronavírus e é o segundo país, depois da China, mais afetado pela epidemia, com mais de nove mil casos, com 631 mortes, segundo o último balanço. Por essa razão, o governo italiano decretou na segunda-feira medidas de confinamento em todo o país para tentar conter a propagação da doença.

A Espanha se tornou o segundo país europeu mais afetado pelo vírus na terça-feira, com 1.639 casos e 36 mortes, o que levou o governo a decretar medidas como o cancelamento de todos os voos vindos da Itália.

A disputa dos jogos de futebol foram com portões fechados, assim como ocorreu no confronto entre Valencia e Atalanta, nesta terça-feira, em duelo válido pela Liga dos Campeões.