Premier League só vai voltar às atividades com aval das autoridades médicas

Representantes dos 20 clubes da Premier League tiveram uma reunião, nesta sexta-feira, em videoconferência,

para discutir o fim da temporada quando houver autorização das organizações mundiais de saúde por causa da pandemia do coronavírus.

O isolamento nacional da Grã-Bretanha foi prorrogado na quinta-feira por mais três semanas, postergando o retorno de treinos e jogos. O planejamento da Liga inclui a conscientização de que só será possível voltar com as atividades quando houver disponibilidade suficiente de testes e exames médicos da covid-19.

"A saúde e o bem-estar dos jogadores, treinadores, gerentes, funcionários do clube e torcedores são nossa prioridade e a liga só será reiniciada quando a orientação médica permitir", afirmou o comunicado da Premier League. "A assembleia geral (dos 20 clubes) ofereceu a oportunidade de discutir possíveis modelos de agendamento. Continua sendo nosso objetivo concluir a temporada 2019/20, mas nesta fase todas as datas são provisórias por causa do impacto da covid-19."

O último jogo da Premier League foi disputado em 9 de março, antes da competição ser suspensa após Mikel Arteta, técnico do Arsenal, e Callum Hudson-Odoi, do Chelsea, serem infectados com o coronavírus.

Com um jejum de 30 anos, o Liverpool detém uma vantagem de 25 pontos sobre o Manchester City no topo da classificação, com nove jogos a serem disputados.