Esportes Por pandemia, GP da Austrália de F-1 é cancelado pelo segundo ano consecutivo

Por pandemia, GP da Austrália de F-1 é cancelado pelo segundo ano consecutivo

Pelo segundo ano consecutivo, o GP da Austrália de Fórmula 1, no circuito Albert Park, em Melbourne, está cancelado. O motivo é o mesmo alegado em 2020: a pandemia do novo coronavírus. A prova nesta temporada estava marcada para o dia 21 de novembro, mas ela não acontecerá mais por conta das restrições de entrada no país por conta da covid-19, sobretudo em razão do aumento de casos nos últimos dias com a chegada da variante Delta.

O anúncio oficial do cancelamento foi feito nesta terça-feira pelo Governo de Victoria, estado onde está localizada a cidade de Melbourne. O mesmo se aplica também à etapa australiana da MotoGP, que estava agendada para 24 de outubro. A Dorna, empresa responsável pela promoção e organização da categoria, já definiu uma segunda corrida no circuito de Portimão, em Portugal, para ocupar a lacuna deixada por Phillip Island.

Cancelado às vésperas do primeiro treino livre em 2020, justamente no momento em que a pandemia tomava conta do mundo, o GP da Austrália retornaria ao calendário inicialmente no dia 21 de março, como abertura da temporada 2021. Porém, pelas dificuldades de entrada no país e a obrigação de uma quarentena de 14 dias para toda pessoa que desembarque no país, a solução encontrada pela Fórmula 1 foi realocar a prova para uma data em novembro. Tal cenário também fez com que o GP de São Paulo fosse antecipado em uma semana, do dia 15 para 7.

O segundo cancelamento seguido do GP da Austrália chega como uma ducha d’água fria na organização do evento, que conduz o estado avançado das reformas no circuito de Albert Park. Em abril, os promotores da prova, em conjunto com a Fórmula 1, anunciaram as primeiras etapas da reforma em trechos da pista e especularam a previsão de tempos de volta cerca de cinco segundos mais rápidos.

Em um comunicado oficial, a Fórmula 1 lamentou por não ir à Oceania em 2021 e reforçou a sua principal prioridade. "Embora seja decepcionante não corrermos na Austrália nesta temporada, estamos confiantes de que podemos entregar uma temporada de 23 corridas em 2021 e temos uma série de opções a seguir para substituir a vaga deixada pelo GP da Austrália. Estaremos trabalhando nos detalhes dessas opções nas próximas semanas e forneceremos mais atualizações assim que essas discussões forem concluídas", informou.

Promotor do GP da Austrália, Andrew Westacott, garantiu que a MotoGP e a Fórmula 1 estarão de volta a Melbourne muito em breve. "Entendemos que esta não é a notícia que os fãs da MotoGP e da F-1 queriam ouvir. Gostaria de estender meus agradecimentos ao Governo de Victoria, à F-1 e à Dorna Sports pela resistência e apoio inabaláveis durante este período desafiador e por seu compromisso contínuo com esses dois grandes eventos", disse.

"Certamente, haverá desafios contínuos com a covid-19, mas quero tranquilizar os fãs que, embora haja tristeza e decepção entre a nossa maravilhosa equipe da Australian Grand Prix Corporation, há determinação para garantir que as próximas etapas da MotoGP na ilha e da F1 no novo layout de Albert Park são amostras sensacionais de como fazemos as coisas em Victoria", completou.

Últimas