Esportes Por 'independência' em Los Angeles, Clippers revela parceria e nome de nova arena

Por 'independência' em Los Angeles, Clippers revela parceria e nome de nova arena

Quando Steve Ballmer comprou o Los Angeles Clippers em 2014, ele se demonstrou satisfeito com a permanência da franquia no ginásio Staples Center, junto ao Los Angeles Lakers, também da NBA, e o Los Angeles Kings, da NHL (hóquei no gelo). No entanto, um ano depois, sua visão a respeito do assunto mudou drasticamente. "Precisávamos falar: 'nós somos nós mesmos. Não jogamos no mesmo lugar que os outros caras. Teremos nossa própria identidade'", disse em entrevista para a ESPN americana.

O ginásio novo se chamará Intuit Dome e estará pronto para a temporada 2024-2025. O custo da construção da arena está em torno de US$ 2 bilhões (R$ 10,56 bilhões na cotação atual), o mesmo preço que o empresário pagou na compra da equipe há sete anos.

"Eu nunca estive em um lugar que tinha dois times na mesma cidade", disse Steve Ballmer. "Eu cresci em Detroit, todo mundo é fã dos Pistons. E eu acredito que por muitos anos os Clippers foram ruins, todos poderiam ignorar os Clippers. Somos bons agora e seremos bons todos os anos daqui para frente. Vamos construir nosso próprio ginásio, mais da nossa própria identidade e mais da nossa personalidade. E eu acho que alguns fãs do outro lado estão pensando: 'o que? Vocês ousam questionar nossa supremacia?' Sim, ousamos".

Steve Ballmer ainda completou sua cutucada ao rival Los Angeles Lakers ao dizer: "Se eles se sentem um pouco ameaçados, estamos fazendo certo".

Além da nova arena, o dono da franquia comentou sobre suas expectativas para o ano que vem. A principal estrela dos Clippers, Kawhi Leonard, perdeu tempo na pós-temporada passada após parcialmente romper o ligamento do joelho direito e deve ficar mais um tempo fora no começo da nova temporada para terminar sua recuperação.

"Todo ano eu quero ganhar", disse Ballmer. "Algumas pessoas vão falar que demos um passo para trás ou que tivemos uma temporada marcada por lesões. Não. Nossos fãs podem contar com o fato de que vamos tentar ganhar o máximo de jogos possível todos os anos. Agora temos um pequenos obstáculo. Temos que ter o Kawhi saudável. Quando ele retornar, estaremos 100%".

Para o empresário, a lesão de Leonard foi de fato o que machucou mais a franquia na campanha que terminou com sua primeira aparição nas finais de conferência.

"Foi dolorido", afirmou Ballmer. "Dolorido para o Kawhi, dolorido para o nosso time, dolorido para mim e, mais importante, dolorido para os nossos fãs. Mas sim, tentamos. E foi uma bela tentativa. Conseguimos passar por Utah mesmo sem Kawhi. Temos a maioria do nosso time de volta nesse ano, eu permaneço otimista".

Últimas