Esportes Polícia da Índia prende homem e recupera relógio de Maradona

Polícia da Índia prende homem e recupera relógio de Maradona

Segundo autoridades, homem era segurança de empresa de Dubai que guardava pertences do craque argentino

Agência Estado - Esportes
Relógio foi recuperado após prisão de homem na Índia

Relógio foi recuperado após prisão de homem na Índia

Reprodução/Twitter/@himantabiswa

A polícia do estado de Assam, no nordeste da Índia, informou, neste sábado (11), ter recuperado um relógio roubado que pertenceu a Diego Maradona. O chefe de polícia, Bhaskar Jyoti Mahanta, disse que a joia, da marca Hublot, que tinha uma foto e uma assinatura da lenda argentina, estava na casa de um homem no distrito de Sivasagar, 350 quilômetros a leste de Gauhati, a capital do estado.

A polícia disse que o homem trabalhava como segurança em uma empresa em Dubai que guarda os pertences do lendário atleta argentino. O homem, que está preso, disse que roubou o relógio na semana passada e voltou à Índia há alguns dias.

"Um relógio Hublot caro... Maradona... Dubai... Polícia de Assam. Parecem palavras aleatórias, não é? Mas hoje todas essas palavras se encaixaram perfeitamente, contando uma história de cooperação internacional de sucesso entre a polícia de Dubai e a de Assam", tuitou Mahanta, o chefe de polícia.

A principal autoridade eleita do estado, Himanta Biswa Sarma, disse que as autoridades vão iniciar uma ação legal contra o homem.

Maradona morreu no ano passado, aos 60 anos, de ataque cardíaco, após uma operação no cérebro. Ele comandou a Argentina na vitória na Copa do Mundo de 1986 e é considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos.

LEIA ABAIXO: Maradona: o herói 'torto' deixa Argentina órfã de seu maior ídolo

Últimas