Esportes Polícia conclui investigação e não vai indiciar Neymar por estupro

Polícia conclui investigação e não vai indiciar Neymar por estupro

Delegada do caso Neymar encerrou a investigação e deve justificar o não indiciamento em coletiva de imprensa nesta terça-feira (30)

Polícia de SP não vai indiciar Neymar por estupro

Jogador foi acusado de estupro e agressão por modelo

Jogador foi acusado de estupro e agressão por modelo

Montagem: Reuters/Reprodução

A Polícia Civil de São Paulo concluiu nesta segunda-feira (29) as investigações da denúncia de estupro e agressão de Najila Trindade contra Neymar, e decidiu não indiciar o jogador.

Leia mais: Caso Neymar: ex-marido de Najila relata que viu vídeo e nega estupro

Os detalhes sobre a investigação serão detalhados em uma coletiva de imprensa que será realizada nesta terça-feira (30) onde a delegada Juliana Lopes Bussacos da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher vai detalhar as razões que levaram ao não indiciamento do atleta.

Entretanto, após isso, o Ministério Público terá quinze dias para se manifestar sobre a decisão da polícia, assim como as promotoras do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica que acompanharam o caso e que também podem pedir novas investigações, arquviar o caso ou até mesmo oferecer nova denúncia.