Esportes Pirlo elogia McKennie e diz que americano está 'mais profissional' na Juventus

Pirlo elogia McKennie e diz que americano está 'mais profissional' na Juventus

Técnico e ídolo da Juventus, Andrea Pirlo exaltou o meia americano Weston McKennie neste sábado. O comandante elogiou seu jogador de apenas 22 anos, dizendo que ele está "mais profissional" em comparação ao que mostrava dentro e fora de campo quando chegou à equipe de Turim em definitivo, em março deste ano.

Atualmente, McKennie está em uma temporada bastante produtiva no meio-campo da Juventus, apesar dos problemas que a equipe vem enfrentando e pelo fato de só ter disputado 41 jogos somando todas as competições. O jogador, até acertar definitivamente com o clube italiano, estava emprestado ao Schalke 04.

Pirlo explicou que seu atleta teve problemas fora de campo que atrapalharam seu rendimento com a camisa da "Velha Senhora". "Ele tem uma chance de começar", disse o técnico. A fala de Pirlo ocorre um dia antes do duelo decisivo da Juventus com o Milan, neste domingo, em partida que pode valer lugar na próxima edição da Liga dos Campeões. Atalanta, no 3º lugar, e os times de Turim e Milão estão empatados na tabela, com 69 pontos. O Napoli, segundo colocado, tem 70.

"Ele tem perdido peso e isso é algo que temos de manter constantemente eu sua mentalidade", explicou o comandante. "Agora ele está concentrado e mais profissional em comparação a quando ele chegou. Ele tem de ser profissional 100% do tempo, e não 50%", completou.

POLÊMICA - Em abril, McKennie foi multado por promover uma festa em sua casa em Turim, em um momento crítico da pandemia na Itália. O americano, o argentino Paulo Dybala e o brasileiro Arthur foram multados. Por consequência, o trio foi cortado dos jogos seguintes da Juventus.

Além dos jogadores, outros 20 amigos de McKennie participaram da festa na casa do americano. Na época, celebrações deste tipo eram proibidas na Itália como forma de conter a proliferação do novo coronavírus. O país europeu estava passando por um período de toque de recolher, o que só agravou ainda mais a situação para os atletas.

Últimas