Piloto francês será operado após grave acidente em etapa da MotoGP na Áustria

A MotoGP teve uma etapa conturbada e cheia de acidentes no último domingo no circuito de Spielberg, na Áustria. Em um dos mais assustadores, o piloto francês Johann Zarco, da Ducati, teve uma fratura no punho direito e será submetido a uma cirurgia nesta quarta-feira. Mesmo assim, pensa em disputar a etapa da Estíria, neste final de semana, na mesma pista austríaca.

"É um procedimento clássico, com a inserção de um parafuso para consertar o osso quebrado", disse Zarco em entrevista ao jornal francês L'Equipe. A cirurgia nesta quarta-feira será para reparar uma fratura no escafoide da mão direita.

No último domingo, na nona volta da corrida no Red Bull Ring, Zarco usou a velocidade de reta para passar Franco Morbidelli na curva 1. O ítalo-brasileiro preparou o troco para metros à frente, mas a curva 3 é uma freada forte, onde a velocidade cai de 309 km/h para 63 km/h em um espaço de apenas 244 metros.

Zarco acabou cortando a frente de Morbidelli, que atingiu a Ducati a quase 300 km/h. As motos, porém, seguiram para cruzar a pista, onde os demais pilotos contornavam uma curva de 90° em baixa velocidade. A moto de Morbidelli passou entre Valentino Rossi e o espanhol Maverick Viñales, enquanto que a do francês ficou bem perto de atingir a cabeça do italiano.

Ambos os pilotos saíram andando do acidente, pensando que eles tinham escapado apenas com arranhões e contusões. Nenhuma punição foi dada pelo que aconteceu, que foi classificado como um acidente de corrida, mas Morbidelli acredita que isso não foi correto. O italiano classificou Zarco como "meio assassino" e disse que o que foi feito pelo piloto da Ducati mostrava "pouco amor" para ambos.