Esportes Pensando em 2022, Cruzeiro é superado pelo Vitória, que deixa o Z-4 da Série B

Pensando em 2022, Cruzeiro é superado pelo Vitória, que deixa o Z-4 da Série B

Já garantido na Série B do Brasileiro de 2022, o Cruzeiro entrou em campo com um time bastante modificado na noite deste domingo e acabou goleado pelo Vitória, por 3 a 0, no Barradão, em Salvador, pela 36ª rodada. O resultado negativo mantém os mineiros com 46 pontos, na 11ª colocação. Já o time baiano subiu para o 16º lugar, com 40 pontos, e deixou a zona de rebaixamento depois de 20 rodadas.

Para terminar a rodada fora da degola, o Vitória precisa torcer contra Brusque e Londrina, que enfrentam CRB e Ponte Preta, respectivamente, nesta segunda-feira. Os dois estão com 38 pontos.

Empurrado pela torcida que compareceu em grande número no Barradão, o Vitória começou com tudo. Depois de Fabinho acertar o travessão, Marcinho cobrou falta fechada e Thiago, de cabeça, mandou contra o próprio gol aos cinco minutos.

Nem assim o Cruzeiro acordou e viu o Vitória ampliar dois minutos depois. Roberto foi lançado por Wallace e cruzou para David finalizar de primeira. O Vitória diminuiu o ritmo, mas mesmo assim quase fez o terceiro em cabeçada de David. Fábio espalmou.

O Cruzeiro continuava perdido na marcação. Aos 35, David recebeu de Alisson Santos e finalizou cruzado. A bola ainda bateu na trave antes de entrar. A primeira finalização celeste no gol foi de Giovanni. O goleiro Lucas Arcanjo defendeu sem dar rebote. Depois foi a vez de Wellington Nem arriscar sem levar perigo.

Logo aos três minutos do segundo tempo, Thalisson Kelven quase fez o quarto do Vitória. Aos poucos, o Cruzeiro foi conseguindo chegar com perigo ao gol defendido por Lucas Arcanjo. Claudinho e Marcinho assustaram em chutes de fora da área. No entanto, quem esteve mais perto de marcar foi o Vitória. Roberto chutou forte e Fábio espalmou. No rebote, João Pedro mandou de carrinho para fora. Aos 23, Alisson Santos finalizou colocado e viu o goleiro do Cruzeiro fazer mais uma boa defesa.

O time celeste esteve perto de marcar o gol de honra com Marcinho e Vitor Roque, mas ambos pararam em Lucas Arcanjo. O Vitória conseguiu se segurar e fez a festa com os mais de 18 mil torcedores presentes no Barradão.

O Cruzeiro volta a campo na quinta-feira, contra o Sampaio Corrêa, às 21 horas, no Castelão, em São Luis, na abertura da penúltima rodada. O Vitória só joga na segunda-feira seguinte, dia 22, às 18 horas, no Rei Pelé, em Maceió (AL).

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 3 X 0 CRUZEIRO

VITÓRIA - Lucas Arcanjo; Raul Prata, Thalisson Kelven, Wallace Reis e Roberto; João Pedro (Marco Antônio), Eduardo (Cedric) e Bruno Oliveira (Soares); Fabinho (Caíque Souza), David e Marcinho (Alisson Santos). Técnico: Wagner Lopes.

CRUZEIRO - Fábio; Norberto (Marco Antônio), Rhodolfo, Eduardo Brock e Felipe Augusto (Jean); Lucas Ventura, Rômulo e Giovanni (Claudinho); Wellington Nem (Marcinho), Vitor Leque (Vitor Roque) e Thiago. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOLS - Thiago, contra, aos 5, David, aos 7 e aos 35 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

CARTÕES AMARELOS - Wellington Nem e Marcinho (Cruzeiro)

RENDA - R$ 242.556,00

PÚBLICO - 16.991 pagantes (18.063 total)

LOCAL - Estádio do Barradão, em Salvador (BA).

Últimas