Pan-Americanos Sensação do Pan; beisebol do Brasil enfrenta o México, já classificado para a final 

Sensação do Pan; beisebol do Brasil enfrenta o México, já classificado para a final 

Medalha inédita já está garantida, agora a briga é pelo lugar mais alto no pódio

  • Pan-Americanos | Do Live BR, de Santiago (Chile)

Equipe brasileira já garantiu medalha inédita

Equipe brasileira já garantiu medalha inédita

Vinicius Farias/CBBS

O Brasil enfrenta o México nesta sexta-feira (27), em confronto válido pela última rodada do quadrangular final dos Jogos Pan-Americanos, com clima de jogo-treino, às 15h (horário de Brasília), no Centro de Beisebol e Softbol de Santiago. 

De fora dos Jogos Pan-Americanos desde quando foi sede pela última vez, na edição do Rio de Janeiro (2007), o Brasil parecia determinado a buscar uma medalha inédita. Há 16 anos, no Rio, mesmo com o apoio da torcida, o beisebol brasileiro ficou com a sétima colocação. Duas posições atrás do melhor resultado na categoria, até então, nos Jogos de São Paulo (1963). 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Nada é por acaso, tampouco essa caminhada histórica é fruto de sorte. Os comandados do técnico Ramon Ito se reuniram diversas vezes ao longo do ano para treinar e se preparar para esta volta aos Jogos Pan-Americanos. E o trabalho árduo certamente valeu a pena.

O time do Brasil se credenciou para o jogo final após 100% de aproveitamento na primeira fase (três vitórias, em cima de Venezuela, Colômbia e Cuba). Classificada como primeira colocada do Grupo B, e carregando uma vitória deste para a próxima etapa, a equipe brasileira chegou à "super-rodada" junto com Colômbia, México e Panamá.

A vitória brasileira em cima do Panamá no jogo 1 do quadrangular final e a derrota do adversário desta sexta (27), México, para a Colômbia garantiram não apenas uma medalha inédita e histórica, mas também a oportunidade de o Brasil brigar pelo lugar mais alto do pódio. O adversário será definido do confronto entre Colômbia e Panamá, às 9h30 (horário de Brasília).

No confronto contra o México, já eliminado da disputa pelo ouro, Ramon Ito deverá descansar os braços dos arremessadores, como Eric Pardinho, Felipe Natel e Gabriel Barbosa. Os rebatedores, por sua vez, devem aproveitar o jogo, sem pressão, desta sexta-feira para seguir em ritmo. 

O arremessador Andre Rienzo, ex-atleta da MLB, quando perguntado sobre o momento vivido pela seleção brasileira, comentou: "A molecada é sensacional, nosso time é sensacional, nosso coração é gigante. A gente está mostrando para o mundo que existe beisebol no Brasil, eu estou feliz demais em fazer parte disso.

A gente vem treinando há nove meses. Todo mundo sabe sua função, quando entra, onde entra. Somos pés no chão, felizes a cada jogo que ganhamos. Torcemos e vibramos a cada jogo. O principal é mostrar ao mundo que existe beisebol de qualidade no Brasil", completou.

Confira as principais esperanças de medalhas para o Brasil no Pan-Americano de Santiago

Últimas