Pan-Americanos Brasil vence o México e vai enfrentar o Chile na final do futebol dos Jogos Pan-Americanos

Brasil vence o México e vai enfrentar o Chile na final do futebol dos Jogos Pan-Americanos

Gol contra do zagueiro Leone, logo no início da partida, põe à prova sistema defensivo brasileiro 

  • Pan-Americanos | Do Live BR, de Santiago (Chile)

Arthur Chaves, um dos destaques da defesa impenetrável do Brasil

Arthur Chaves, um dos destaques da defesa impenetrável do Brasil

Lesley Ribeiro/CBF

O Brasil venceu o México, na noite desta quarta-feira (1°), em Viña del Mar, pelo placar de 1 a 0, garantindo vaga para a final do futebol masculino nos Jogos Pan-Americanos de Santiago.

Com gol contra mexicano logo no início da partida, os comandados de Ramon Menezes mais se defenderam do que atacaram.

• Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
• Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
• Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Sem sofrer nenhum gol ao longo de todo o torneio do Pan, a seleção brasileira chega ao jogo final em busca de um ouro na modalidade que não vem há 36 anos.

Primeiro tempo de domínio mexicano, apesar do placar

Sem Matheus Dias e Matheus Nascimento, acometidos por uma lesão na coxa esquerda e um quadro de enxaqueca, respectivamente, a seleção brasileira tinha apenas dois jogadores de linha disponíveis no banco. Em seus lugares, nos onze titulares, entraram Igor Jesus e Figueiredo, respectivamente. 

O gol brasileiro saiu após belo lançamento de Michel. A bola encontrou Marquinhos, pela direita, que adentrou a área e chutou cruzado. O goleirão mexicano, Tapia, acabou "batendo roupa" e a bola desviou, contra a própria meta, no zagueiro Antonio Leone. 1 a 0 para o Brasil, logo aos dois minutos do primeiro tempo.

O próprio Marquinhos teve oportunidade de ampliar aos 19 minutos da primeira etapa, em chute de perna direita. No contra-ataque, Mycael impede o empate mexicano por duas vezes, após chutes rasteiros.

Além do goleiro do Furacão, a trave também foi responsável por frear o ímpeto mexicano. Aos 35 minutos, após cobrança de escanteio e desvio de Ambríz, o zagueiro Rafael Fernández carimbou o travessão.

O Brasil, recuado, via a seleção mexicana tomar o controle das ações ofensivas na partida, mas sem muita efetividade. Após acréscimos de 3 minutos, o juiz equatoriano Bryan Loayza encerrou o primeiro tempo de poucas oportunidades.

Segundo tempo de tensão

Aos seis minutos da segunda etapa, Figueiredo acionou Gabriel Pirani que, dentro da grande área, saía cara a cara com o goleiro mexicano. O zagueiro Leone, que havia feito o gol contra, cortou, providencialmente, impedindo que o atacante do DC United ampliasse o placar.

Apesar de ter a primeira oportunidade, o Brasil pouco se propunha ao ataque, aparentando estar mais interessado em fazer com que o tempo passasse. Os comandados de Ramon Menezes recuaram ainda mais as linhas e se seguraram como puderam.

A dois minutos do fim do tempo regulamentar, o México teve uma grande oportunidade de igualar o marcador. Após cobrança de falta, bola alçada na área e cabeceio do zagueiro Rafael Fernandez, novamente, no canto esquerdo. Mycael salvou a Amarelinha e garantiu o empate. 

Disputa pelo ouro contra os anfitriões

A seleção brasileira jogará a final do futebol masculino no Pan contra a seleção da casa, o Chile. O jogo, que ocorrerá em Viña del Mar, no estádio Sausalito, está previsto para este sábado (4), às 20h (horário de Brasília).

Brasileira tem cãibra bizarra no Pan, fica com perna deformada, mas consegue faturar a prata; veja

Últimas