Olimpíadas Tempestade tropical pode atingir Tóquio no encerramento dos Jogos

Tempestade tropical pode atingir Tóquio no encerramento dos Jogos

Informação foi dada pelos organizadores dos Jogos Olímpicos, mas nenhuma mudança no programa de competição foi anunciada

AFP
Tempestade tropical se aproxima de Tóquio

Tempestade tropical se aproxima de Tóquio

Loic VENANCE/AFP

Uma tempestade tropical pode atingir Tóquio neste domingo (8), último dia das Olimpíadas, conforme informaram os organizadores do evento, nesta sexta-feira (6). No entanto, nenhuma mudança no programa de competição foi anunciada. 

A agência meteorológica do Japão avisou que haverá ventos fortes, ondas altas e risco de deslizamentos e inundações ao longo da costa leste da tarde de sábado até domingo, quando a tempestade tropical Mirinae deve passar pela capital. A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos será na noite de domingo.

Alguns eventos, principalmente polo aquático e ginástica rítmica, acontecerão naquele dia em locais cobertos. As competições de ciclismo de pista também estão programadas em Shizuoka, ao sudoeste de Tóquio, enquanto a maratona masculina começará na manhã de domingo na cidade de Sapporo, no extremo norte. 

"Estamos observando com firmeza e calma" o caminho da tempestade, disse à imprensa Masa Takaya, porta-voz do comitê organizador Tóquio 2020. 

Outra tempestade atingiu o Japão na semana passada, forçando os organizadores a reagendar alguns eventos de remo e tiro com arco, embora tenham antecipado as finais do surfe para aproveitar as fortes ondas. 

Nesta sexta-feira, o Mirinae estava cerca de 100 quilômetros ao norte da Ilha Minamidaito, perto do arquipélago sul de Okinawa. Estava se movendo para o leste, com rajadas de até 108 quilômetros por hora. Outra tempestade tropical está pairando sobre o Estreito de Taiwan em direção ao Japão. 

A temporada de tufões no Japão vai de maio a outubro, com picos em agosto e setembro. 

Em 2019, o tufão Hagibis atingiu o Japão quando o país estava era sede da Copa do Mundo de Rúgbi e matou mais de 100 pessoas.

Últimas