Olimpíadas Filho de Hortência vai disputar Jogos Olímpicos no hipismo

Filho de Hortência vai disputar Jogos Olímpicos no hipismo

João Victor e o cavalo Escorial Horsecampline foram convocados na terça-feira. O cavaleiro esteve também no Pan de Lima, em 2019

Agência Estado - Esportes
João Victor, filho de Hortência, está classificado para os Jogos de Tóquio no hipismo

João Victor, filho de Hortência, está classificado para os Jogos de Tóquio no hipismo

Reprodução/Instagram

O cavaleiro João Vitor Marcari Oliva, filho da ex-jogadora de basquete Hortência, será o representante brasileiro no hipismo adestramento nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que começam no dia 23 de julho. A CBH (Confederação Brasileira de Hipismo) confirmou na terça-feira (22) a convocação dele e do cavalo Escorial Horsecampline.

Nas redes sociais, a medalhista olímpica comemorou o feito do filho. "Orgulhosa demais", disse Hortência, que compartilhou no seu Twitter a carta de convocação e parabenizou o filho. "Muita emoção com a convocação do meu filho para mais uma Olimpíada! Orgulhosa demais! Você merece tudo isso, pela sua dedicação. Te amo, filho", escreveu.

Somente na prova individual, João Victor, de 25 anos, fará a sua estreia na Olimpíada de Tóquio já no dia 24 de julho. O evento no Japão será sua segunda participação em Jogos Olímpicos. O cavaleiro fez parte da equipe brasileira no Rio-2016. O País ficou em 10.º lugar na prova por equipes e João Victor acabou em 46.º no individual.

Com três índices técnicos, o cavaleiro paulista conquistou a única vaga do Brasil no hipismo adestramento ao apresentar a melhor média (70,565%), considerados os dois melhores resultados entre os conjuntos (cavalo/cavaleiro) que atingiram o requisito estabelecido pela Federação Equestre Internacional (FEI, na sigla em francês) - índice mínimo de 66% de nota média final e com pelo menos um juiz FEI5* no Grand Prix em CDI (Concursos de Dressage Internacional) acima de 3*.

Na carreira, João Victor já conquistou o Prêmio Brasil Olímpico, do COB (Comitê Olímpico do Brasil), em cinco edições, de 2014 a 2018, além de ter sido indicado em 2013 e 2012.

Para a reserva do hipismo adestramento nos Jogos de Tóquio-2020 está Pedro Tavares de Almeida, de 27 anos, que também fez a sua estreia olímpica no Rio-2016. Ele é o primeiro reserva com o cavalo Famous do Vouga (68,598%) e segundo reserva com Xaparro do Vouga (66,108%) - dois puro sangue lusitanos de criação de sua família em Itu (SP).

De fora! Veja grandes atletas que não estarão nos Jogos Olímpicos

Últimas