Olimpíadas Feijão é banido do tênis e multado por manipulação de resultados

Feijão é banido do tênis e multado por manipulação de resultados

Tenista brasileiro, que estava suspenso provisoriamente desde março de 2019, ainda terá de pagar R$ 836 mil. Atleta chegou a ser 69º do ranking

  • Olimpíadas | Do R7

Pena de Feijão é resultante de uma investigação realizada entre 2015 e 2019

Pena de Feijão é resultante de uma investigação realizada entre 2015 e 2019

Reprodução / Twitter

Suspenso provisoriamente desde o mês de março de 2019, o tenista brasileiro João Souza, o Feijão, teve sua sentença final anunciada neste sábado pelo TIU (Unidade de Integridade do Tênis). O atleta de 31 anos, atualmente ranqueado na 742ª posição do ranking, foi banido por toda a vida do tênis.

Com o julgamento, Feijão não pode mais competir ou participar de nenhum evento da ITF ou demais entidades do tênis, além de uma multa de US$ 200 mil (R$ 836 mil).

A pena é resultante de uma investigação realizada entre 2015 e 2019, que julgou o atleta culpado de diversos incidentes de manipulação de jogos e venda de resultado em torneio de nível Challenger e Future no Brasil, México, Estados Unidos e República Tcheca.

Além da manipulação de resultados, Feijão também foi condenado por não denunciar aproximações corruptas, não colaborar com as investigações — inclusive destruindo evidências — e abordar outros jogadores solicitando que não desse seu melhor em quadra, afim de favorecer os esquemas.

Feijão viveu a melhor fase de sua carreira em 2015, quando atingiu a 69ª posição do ranking e participou da histórica partida mais longa da Copa Davis. Nas duplas, chegou a figurar no 70º posto em janeiro de 2013.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Anéis olímpicos de Tóquio são inaugurados a seis meses dos Jogos

Últimas