Esportes Novamente titular, Egídio relembra má fase no Fluminense e diz não se omitir

Novamente titular, Egídio relembra má fase no Fluminense e diz não se omitir

Após recuperar o status de titular do Fluminense, Egídio relembrou os momentos difíceis que viveu na temporada 2020. O lateral-esquerdo reconheceu que enfrentou dificuldades e teve atuações ruins no começo do Campeonato Brasileiro por causa da maratona de jogos, o que lhe causou problemas físicos. Mas também celebrou a recuperação após um período dedicado aos treinos.

"Iniciei o ano como titular e bem, junto com o time. A sequência de jogos quarta e domingo após a paralisação foi muito forte. Aquilo ali deu uma carga excessiva para mim. Pesa para qualquer um e pesou para mim. Aí vieram as críticas, que não me abatem, assim como os elogios não me empolgam. Não tinha tempo para treinar. Era jogar, descansar e jogar de novo", disse.

Egídio se revezou na titularidade da lateral esquerda do Fluminense com Danilo Barcelos, tendo disputado 18 dos 35 jogos da equipe no Brasileirão. E foi titular nos últimos cinco compromissos da equipe no torneio.

"Quando saí , pensei: 'não tenho do que reclamar, agora tenho tempo para treinar'. Treinei, me preparei, respeitei o momento do Danilo, para que quando voltasse, fosse em alto nível. Estou tendo boas atuações. Lógico que temos sempre a melhorar, é o que sempre buscamos. É manter nossos pés no chão, para seguirmos firmes e fortes para que cada vez mais cresçamos, não só individualmente, mas no coletivo", afirmou.

Eventualmente alvo de críticas por erros, Egídio lembrou que é o líder em assistências do Fluminense no Brasileirão - cinco. E usou o dado para defender que nunca se omite quando está em campo.

"Por que sou líder de assistência? Porque eu tento, vou no fundo e cruzo. Se eu ficasse só ali atrás tocando de lado, talvez eu não recebesse críticas. Prefiro receber tentando do que me omitir e não vir as críticas e não ter números bons", afirmou.

Com 57 pontos, o Fluminense ocupa o quinto lugar no Brasileirão. E voltará a jogar na segunda-feira, quando visitará o Ceará, no Castelão, da 36.ª rodada.

Últimas