Esportes No Barradão, Avaí derrota Vitória de virada e encosta no G4 da Série B

No Barradão, Avaí derrota Vitória de virada e encosta no G4 da Série B

No reencontro de Geninho com o Vitória e em partida que marcou a estreia de Eduardo Barroca, melhor para o Avaí, que ganhou, de virada, por 2 a 1, neste sábado, no Barradão, pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo foi marcado por polêmica, com os dois gols da equipe catarinense sendo marcados em cobranças de pênalti.

Com o resultado, o Avaí engatou o segundo triunfo consecutivo na Série B e foi para 22 pontos, postulando um lugar dentro do G4. O Vitória, por outro lado, chegou ao quarto jogo sem ganhar e ficou com 18, no meio da tabela de classificação.

O início do jogo já valeria o ingresso se o público tivesse liberado na Série B. Como havia prometido o técnico Eduardo Barroca, o Vitória começou em ritmo alucinante e contou com uma falha da defesa do Avaí para abrir o placar logo aos quatro minutos. Após cobrança de escanteio de Carleto, a bola ficou viva dentro da área. O goleiro Lucas Frigeri não saiu e João Victor ganhou da marcação e conseguiu cabecear para o gol.

O Vitória acabou acomodando com o gol e deu liberdade ao Avaí, que respondeu de forma imediata. O árbitro viu mão de Wallace dentro da grande área e marcou pênalti. Valdivia foi para a cobrança e deixou tudo igual. A virada veio em situação semelhante. Getúlio cruzou e Marcos Mateus Pereira entendeu que a bola tocou no braço de Guilherme Rend e assinalou a infração. Valdivia, de novo, bateu e virou.

Em vantagem, o Avaí recuou e chamou o Vitória para o seu campo de defesa. Em um chute de longa distância de Fernando Neto, Lucas Frigeri defendeu. Na sequência, foi a vez de Léo Ceará chegar com perigo. O atacante recebeu de Thiago Carleto e cabeceou rente à trave.

O segundo tempo foi mais morno. O Avaí "sentou" no resultado, enquanto o Vitória encontrou muita dificuldade em infiltrar. As jogadas de bola parada, então, viraram opção para o time baiano. Thiago Carleto arriscou em cobrança de falta e exigiu grande defesa de Frigeri. A dupla fez um duelo interessante na etapa final, com o goleiro levando a melhor.

O Avaí, por outro lado, procurou sempre Valdivia. O meia recebeu de Romulo, tirou a marcação, mas errou o alvo na hora de finalizar. Na sobra, Pedro Castro jogou para fora. Com pouca inspiração no sistema ofensivo, o time catarinense optou por se fechar e acabou confirmando mais três pontos na Série B.

Na próxima rodada, o Avaí enfrenta o CSA na terça-feira, às 19h15, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. No sábado, às 16h, o Vitória visita a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 X 2 AVAÍ

VITÓRIA - Ronaldo; Jonathan Bocão (Leandro Silva), João Victor, Wallace Reis e Thiago Carleto; Fernando Neto, Guilherme Rend (Juninho Quixadá) e Marcelinho (Vico); Alisson Farias (Mateusinho), Ewandro (Júnior Viçosa) e Léo Ceará. Técnico: Eduardo Barroca.

AVAÍ - Lucas Frigeri; Iury, Rafael Pereira (Betão), Alan Costa e João Lucas (Luan Silva); Jean, Ralf, Valdivia (Leandrinho) e Pedro Castro; Gastón Rodriguez (Ronaldo Silva) e Getúlio (Romulo). Técnico: Geninho.

GOLS - João Victor, aos quatro, e Valdivia, aos nove e aos 17 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcos Mateus Pereira (MS).

CARTÕES AMARELOS - Alisson Farias, Juninho Quixadá e Thiago Carleto (Vitória).

LOCAL - Estádio Barradão, em Salvador (BA).

Últimas