Esportes Neymar lidera PSG contra o Bayern em busca de nova superação

Neymar lidera PSG contra o Bayern em busca de nova superação

Novo duelo contra os alemães, nesta terça-feira, às 16h, pode marcar o maior feito do clube francês e de Neymar

Agência Estado - Esportes
Neymar jogou bem na primeira partida

Neymar jogou bem na primeira partida

LUKAS BARTH-TUTTAS/EFE 07.04.21

Com uma carreira recheada de lesões e polêmicas, Neymar tentará mais uma vez nesta terça-feira, às 16 horas (de Brasília), buscar a superação dentro de campo. Recuperando a sua melhor forma técnica e física após contusão muscular, o atacante do Paris Saint-Germain quer repetir neste jogo da volta com o Bayern de Munique a grande atuação exibida na ida para confirmar a vaga na semifinal da Liga dos Campeões.

Veja também: Premier League - Bruno Fernandes em destaque

O novo duelo contra os alemães pode marcar o maior feito do clube francês e de Neymar desde à chegada à final da última edição da competição europeia. Na ocasião, foi derrotado justamente pelo Bayern. A chance de derrubar o grande vilão do PSG começou na quarta passada, com a vitória por 3 a 2, e pode ser sacramentada nesta terça. Pelo bom resultado obtido em solo alemão, o time francês larga em vantagem no Parque dos Príncipes, em Paris. Avança com um empate e mesmo com uma derrota por 1 a 0 ou 2 a 1, em razão dos gols fora.

Para Neymar, o jogo é chance preciosa para confirmar seu bom retorno após a lesão muscular na coxa esquerda sofrida em 10 de fevereiro. Sua volta foi adiada seguidas vezes e o atacante perdeu partidas importantes do Campeonato Francês e as oitavas de final da Liga, contra o Barcelona.

A oportunidade também é boa para o jogador voltar às manchetes por um motivo positivo. Logo em seu retorno, no dia 3 deste mês, ele foi expulso por se desentender com um rival e trocar empurrões. Ele passou em branco e o PSG foi derrotado pelo Lille, rival direto na briga pelo título francês.

Neymar, então, iniciou sua nova redenção quatro dias depois, no jogo de ida contra o Bayern. Ele não balançou as redes, mas deu duas assistências, uma delas brilhante, para gol de Marquinhos. Na imagem criada pelo técnico Tite, foi mais "arco" do que "flecha", como quer o treinador na seleção brasileira.

Como "flecha", também não vem decepcionando nesta Liga dos Campeões. Foram seis gols. Tem dois a menos que o companheiro Mbappé. Somente Erling Haaland, do Borussia Dortmund, marcou mais que eles: 10 gols.

Se o ataque do PSG segue afiado, a defesa preocupa para este jogo decisivo. O zagueiro e capitão Marquinhos se machucou no fim de semana e é desfalque quase certo. No meio-campo, Verratti é dúvida, por voltar de lesão. Com ou sem baixas, o técnico Maurício Pochettino joga o favoritismo para o lado do Bayern. "Mas o favorito, na teoria, é sempre do campeão. O Bayern é a melhor equipe do mundo, acabaram de ganhar seis títulos e temos de respeitá-los. Somos aspirantes à vaga", afirma.

Apesar de apresentar futebol mais coletivo que o PSG, até sufocando o adversário na ida, o Bayern segue sofrendo com os desfalques. Não terá o melhor do mundo, Robert Lewandowski e Gnabry, ainda machucados. Goretzka é dúvida. As responsabilidades vão recair sobre Choupo-Moting (ex-PSG), Joshua Kimmich, o motor do time alemão, e sobre a experiência de Thomas Müller.

"Tivemos muitas oportunidades no jogo de ida, mas não fomos eficientes. Temos que fazer melhor. Sabemos que não será uma tarefa fácil", afirma o técnico Hans-Dieter Flick.

CHELSEA X PORTO - O outro confronto do dia tem amplo favoritismo do Chelsea, após abrir 2 a 0 sobre o Porto, no jogo de ida, em solo português. Campeão em 2012, o time inglês pode empatar ou perder por 1 a 0 para alcançar a semifinal pela primeira vez em sete anos. Como aconteceu na ida, a partida da volta será disputada no estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, em Sevilla, devido às restrições impostas pela pandemia na Europa.

Apesar da vantagem, o Chelsea tem consciência das dificuldades que enfrentará nesta terça, também às 16h, diante do time que eliminou Juventus e Cristiano Ronaldo nas oitavas. Na ida, o Porto atuou sem dois dos seus principais jogadores. Sergio Oliveira e Medhi Taremi cumpriram suspensão e voltam para esta segunda partida. Já o time inglês, que deve ter Thiago Silva no banco, aposta na confiança em alta após goleada no Inglês, no fim de semana.

Sete goleiros que vestiram camisa da seleção e você nem se lembra

Últimas