Esportes Nenê revela que quase jogou nos Spurs e elogia Ginóbili: 'Kobe Bryant branco'

Nenê revela que quase jogou nos Spurs e elogia Ginóbili: 'Kobe Bryant branco'

Nenê Hilário, ex-jogador brasileiro da NBA, participou na noite de quarta-feira de um bate-papo para a NBA House Digital e conversou sobre sua carreira no basquete, desde momentos memoráveis dentro de quadra até batalhas pessoais como sua luta contra um câncer em 2008. Dentre os assuntos, contou um pouco sobre suas passagens pelo Denver Nuggets, Washington Wizards e Houston Rockets. O que chamou atenção, no entanto, foi sobre uma franquia pela qual ele não jogou: San Antonio Spurs.

"Joguei com o Tim Duncan, o (Tony) Parker, o Tiago Splitter. A galera toda estava lá, até o Michael Finley estava lá também", recordou Nenê sobre uma oportunidade que teve de atuar com grandes nomes dos Spurs dos anos 2000.

"Cara, se não fosse a diferença contratual, eu teria assinado com eles. Eu sempre vi San Antonio como um espelho, da mesma forma que sempre vi a Argentina como espelho para nós, sobre basquete. Eles sempre jogaram juntos, eles sempre utilizaram do talento pro benefício do basquete argentino. O San Antonio sempre usou o brilho de suas estrelas pro benefício do basquete. É gostoso ver um cara passando, cortando, marcando", revelou o ex-jogador.

Além da admiração que Nenê guarda pelos Spurs, ele também possui um carinho grande pelo ídolo que uniu estes dois espelhos mencionados anteriormente: o argentino e ídolo dos Spurs, Manu Ginóbili. "Para mim, o Ginóbili é o Kobe Bryant branco", elogiou o brasileiro, que também exaltou outro "hermano", Luís Scola. "O cara não tinha o atleticismo, mas é uma inteligência, o fundamento dele é impressionante".

Dentre os grandes nomes que Nenê já encarou em quadra, se destacou no bate-papo o "rei", segundo o ex-jogador, Michael Jordan. O ex-ala-pivô disse que, contra qualquer um, ele se nivelava, em termos de altura, com o atleta adversário com a intenção de marcá-lo melhor. Foi assim que ele jogou contra Jordan no começo da carreira.

"Eu me nivelo ao braço dele, à altura dele. Você vê aí que o meu objetivo era de roubar a bola e eu roubei essa bola", analisou Nenê quando foi mostrada uma foto dele jogando contra Michael Jordan, que atuava no Washington Wizards na época.

Últimas