Esportes Mourinho diz ter escudo de defesa para não comprometer trabalho com as críticas

Mourinho diz ter escudo de defesa para não comprometer trabalho com as críticas

Bastante contestado pela campanha irregular que o Tottenham vem fazendo na temporada, o treinador português José Mourinho disse ter uma espécie de escudo de defesa para não comprometer o seu trabalho diante das críticas dos torcedores e jornalistas: o 'mourinismo'. "Pego as forças de mim mesmo, mas também de pessoas que amo e das pessoas que sei que me amam, mesmo que eu não as conheça. Costumo chamar de 'mourinistas'. Tenho muitos 'mourinistas' pelo mundo e trabalho por eles", disse.

A eliminação do Tottenham para o Dínamo Zagreb, da Croácia, na Liga Europa deixou o ambiente tenso no clube. Para complicar a situação, seu time está longe da briga pelo título no Campeonato Inglês. A sexta colocação e a distância de 23 pontos para o líder Manchester City deixaram em dúvida a eficiência do seu trabalho. Julian Nagelsmann, do RB Leipzig, e Brendan Rogers, do Leicester City, são nomes cotados para substituí-lo em uma possível troca de comando técnico.

Com a paralisação no Campeonato Inglês em função dos jogos das Eliminatórias da Europa para a Copa do Mundo de 2022, Mourinho esteve presente em um evento promocional do Tottenham que teve a participação de torcedores do clube inglês que moram em Cingapura. A má fase do time acabou entrando na pauta das perguntas, o que fez o treinador português reagir de forma irônica.

"Não acho que alguém discuta com os caras da Nasa sobre a ciência de foguetes", afirmou. Em seguida, ele deu continuidade a sua linha de raciocínio exaltando sua trajetória. "As pessoas acham que podem discutir sobre futebol com um dos técnicos mais importantes do esporte. Mas essa é a beleza do esporte. Eu me acostumei com isso e aprecio. Então tudo bem", comentou durante o evento "Jogue com o Mourinho".

O Tottenham volta a jogar só no dia 4 de abril, em partida válida pelo Campeonato Inglês. O compromisso é diante do Newcastle. A necessidade de reação é vital para que o treinador se mantenha no cargo. Caso a equipe não se classifique para a próxima Liga dos Campeões da Europa, sua saída é dada como certa.

O time londrino ainda tem chances de conquistar um título na temporada. No dia 25 de abril, o Tottenham faz a final da Copa da Liga Inglesa contra o Manchester City, no estádio de Wembley, em Londres.

Últimas