Esportes Medvedev perde em simples, mas vence nas duplas em triunfo da Rússia na ATP Cup

Medvedev perde em simples, mas vence nas duplas em triunfo da Rússia na ATP Cup

A temporada 2022 começou com derrota para o russo Daniil Medvedev, atual número 2 do mundo. Com a difícil missão de levar o desfalcado time da Rússia ao bicampeonato da ATP Cup, competições entre seleções em Sydney, na Austrália, ele perdeu o jogo de simples e entrou na dupla para garantir a dura vitória sobre a França na primeira rodada do Grupo B.

O canhoto Ugo Humbert teve uma grande exibição diante de Medvedev e levou a partida quase ao limite, com maratona de 2 horas e 58 minutos. Medvedev ganhou um primeiro set apertado, por 7/6 (com 7/5 no tie-break), e chegou a abrir 3/0 no segundo set.

Sempre com ótimas devoluções e jogo de base muito firme, Umbert reagiu, virou para 7/5 mesmo cometendo 10 erros não forçados a mais, e outra vez viu o russo sair na frente no set decisivo, com 3/1. Recuperou a quebra imediatamente e aí os dois seguiram sem ceder break-points porém em games apertados até novo tiebreak, onde Umbert abriu 4-0 e não recuou mais.

Pouco antes, o número 2 russo Roman Safiullin, apenas 167.º do ranking da ATP, surpreendeu Arthur Rinderknech, 58.º, por 6/2, 5/7 e 6/3, e se juntou a Medvedev para uma grande vitória sobre os especialistas Fabrice Martin e Edouard Roger-Vasselin por duplo 6/4.

Na disputa entre Austrália e Itália, melhor para os donos da casa, que venceram de virada por 2 a 1. No primeiro jogo, Jannik Sinner fez 6/1 e 6/3 contra Max Purcell e abriu o placar para os europeus. Mas os australianos reagiram e empataram com o triunfo de Alex de Minaur sobre Matteo Berrettini por 6/3 e 7/6 (7/4). Nas duplas, John Peers e Luke Saville derrotaram Simone Bolelli e Berrettini por 6/3 e 7/5.

EUA VENCEM E LIDERAM - Os americanos não perderam jogos para o Canadá e assumiram a liderança do Grupo C. John Isner atropelou Brayden Schnur, que substituiu Denis Shapovalov de última hora, por 6/1 e 6/3, e Taylor Fritz teve grande atuação na virada sobre Felix Auger-Aliassime por 6/7 (6/8), 6/4 e 6/4.

Os dois americanos também formaram a dupla e mantiveram o ritmo ao superar Aliassime e Shapovalov por 6/4 e 6/4. Na próxima rodada, os Estados Unidos enfrentam a Alemanha e o Canadá tenta a reação contra a Grã-Bretanha.

Os alemães, com o número 3 do mundo Alexander Zverev, venceram um jogo de simples e entrou com chances no duelo decisivo de duplas, mas não impediu que a Grã-Bretanha marcasse a primeira vitória.

Zverev superou um primeiro set muito equilibrado diante do canhoto Cameron Norrie, 12.º do ranking, e depois deslanchou, completando o placar de 7/6 (7/2) e 6/1. Pouco antes, Daniel Evans não tomou conhecimento de Jan-Lennard Struff, com arrasadora vitória por 6/1 e 6/2.

Confiante, Evans foi para a dupla ao lado de Jamie Murray e aí os britânicos mostraram entrosamento superior ao de Zverev e Kevin Krawietz, concluindo a vitória britânica por 6/3 e 6/4.

Últimas