Esportes Medalhas de Taiwan ressuscitam debate sobre "Taipé chinesa"

Medalhas de Taiwan ressuscitam debate sobre "Taipé chinesa"

OLIMP-2020-MEDALHAS-TAIWAN:Medalhas de Taiwan ressuscitam debate sobre "Taipé chinesa"

Reuters - Esportes

Por Yimou Lee

TAIPÉ (Reuters) - Depois que Taiwan derrotou a China na final masculina de duplas de badminton na Olimpíada de Tóquio no sábado, o medalhista de ouro Wang Chi-Lin fez um comentário no Facebook que lançou luz sobre um debate intenso na ilha reivindicada por Pequim: "Sou de Taiwan".

A equipe de Wang compete nos Jogos como "Taipé chinesa" por insistência de Pequim, que vê Taiwan como parte de "uma China" e nunca descartou o uso da força para submeter a ilha democrática ao seu controle.

Mas depois de seu primeiro ouro no badminton, além de nove outras medalhas até o momento, o melhor desempenho olímpico de Taiwan ressuscita um debate antigo na ilha sobre a hábito de organizações internacionais de se referirem a Taiwan como chinesa e se a ilha deveria competir com o nome "Taiwan".

O sucesso esportivo causa júbilo na ilha, onde políticos e celebridades estão se unindo em publicações em redes sociais intituladas "Equipe Taiwan" e "Taiwan é Taiwan".

"Chega de Taipé chinesa", disse o usuário Lin Chia-yin, reagindo à comemoração de Wang de sua identidade taiwanesa.

Mais de um milhão de usuários do Facebook curtiram o comentário de Wang.

"Apoiem a competição na Olimpíada como Taiwan! Façam o mundo ver o nome de Taiwan!", disse Lin.

A posição chinesa é que a ilha de 23,5 milhões de habitantes não tem direito de reconhecimento como país separado em nenhuma esfera. A China pressiona grupos e empresas internacionais com frequência para que se refiram a Taiwan como parte da China. Só 15 países --a maioria deles muito pequenos-- reconhecem Taiwan.

Últimas